quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

UMA VISÃO, UMA ESCOLHA, UMA DECISÃO

Imagine um martelo. Ele foi desenhado para bater pregos. Foi para isso que ele foi criado. Agora imagine que o martelo nunca é usado, fica lá jogado na caixa de ferramentas. O martelo não se importa. Agora, imagine o mesmo martelo com uma alma, com consciência própria. Dias e dias passam e ele continua na caixa de ferramentas. Ele se sente meio estranho, mas não sabe exatamente o porquê. Alguma coisa está faltando, mas ele não sabe o que é. Então um dia alguém o retira de dentro da caixa de ferramentas e o usa para quebrar alguns galhos para pôr na lareira. O martelo fica cheio de alegria. Ser segurado, utilizado com eficácia, batendo nos galhos–ele ama aquilo. No final do dia, entretanto, ele ainda se sente insatisfeito. Bater nos galhos foi divertido, mas não era o bastante. Algo ainda estava faltando. Nos dias seguintes, ele foi usado freqüentemente. Desamassou uma calota, despedaçou algumas pedras, colocou o pé de uma mesa no lugar. Ainda assim, continua insatisfeito. Ele anseia por mais ação. Ele quer ser usado o máximo que puder para bater nas coisas ao seu redor, para quebrar, despedaçar e amassar coisas. Ele descobre que não experimentou o bastante desses eventos para se sentir completo. Fazer mais dessas mesmas coisas, ele acredita, é a solução para sua insatisfação. Então um dia alguém usa o martelo num prego. De repente, uma luz invade a alma do martelo. Ele agora entende para que foi verdadeiramente projetado. Foi feito para bater pregos; que não tinha nem comparação com as outras coisas que ele bateu. Agora ele sabia o que sua alma de martelo estava buscando por tanto tempo.
Fomos criados à imagem de Deus, para ter um relacionamento com Ele. Estar envolvido nesse relacionamento é a única coisa que irá satisfazer as nossas almas. Até conhecermos a Deus, tivemos experiências maravilhosas, mas não tínhamos acertado o prego. Fomos usados para propósitos muito nobres, mas não para o qual fomos especialmente projetados, não para o qual iria nos trazer plena satisfação. Agostinho resumiu da seguinte maneira: “Tu [Deus] nos fizeste para Ti mesmo e nossos corações não encontrarão descanso até que estejam descansados em Ti.”
Um relacionamento com Deus é a única coisa que irá saciar o desejo de nossas almas. Jesus Cristo disse: “Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede” (João 6:35). Até conhecermos a Deus, estamos famintos e sedentos de vida. Tentamos “comer” e “beber” todos os tipos de coisas, mas a insaciedade permanece.
Somos como o martelo. Não percebemos o que irá acabar com aquele vazio, a insatisfação, nas nossas vidas. Até mesmo no meio de um campo de concentração nazista, Corri Tem Boom entendeu que Deus dava satisfação completa: “A fundação da nossa felicidade era que sabíamos que estávamos guardados com Cristo em Deus. Podíamos ter fé no amor de Deus…nossa Rocha que é mais forte do que a mais profunda escuridão.”
Geralmente quando deixamos Deus de fora, tentamos encontrar satisfação em algo que não é Deus, mas nunca podemos ter o bastante desse algo. Continuamos “comendo” ou “bebendo” mais e mais, equivocadamente pensando que “mais” é a resposta do problema, ainda assim nunca estamos plenamente satisfeitos.
O nosso grande desejo é conhecer a Deus, ter um relacionamento com Ele. Por quê? Porque isso nos mostra para que propósito fomos criados. Você já acertou um prego?

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

A GRAÇA DE DEUS

Não há nenhuma palavra que produza um som mais agradável aos ouvidos do pecador regenerado do que a graça de Deus. E não há nada mais irritante aos ouvidos do arrogante e presunçoso ser humano do que a graça de Deus.

Você alguma vez pensou que era muito pecador para que Deus o salvasse? Então a graça é a notícia boa que Deus tem para você. Sua salvação não é baseada em como você é bom, e sua salvação não é impedida pelos teus muitos pecados praticados. Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores, e o apóstolo Paulo declara que o prêmio de MAIOR PECADOR é dele (1 Timóteo 1.15). 

Você terá que ficar na fila atrás de Paulo e de mim se deseja pensar que é o maior dos pecadores. Você nunca é muito pecador para ser Salvo por meio da Graça. A Graça somente não tem efeito na vida daqueles que se agarram à sua própria "bondade e autossuficiência". Não existe algo mais extraordinário do que a MANIFESTAÇÃO DA GRAÇA DE DEUS NA VIDA DE UM PECADOR.

Antes de sermos implacáveis com o profeta Jonas, é preciso responder: alguma vez você esteve furioso com Deus? Obrigatoriamente temos que admitir que sim, seja abertamente como Jonas ou veladamente, camuflada em uma religiosidade fria e estéril.

A causa da sua irritação é que você sentia que Deus não lhe deu o que você merecia (ou pedia). Você se irritou porque Deus não te tratou fora do fundamento da graça. A Graça não obriga dar ao pecador desmerecedor qualquer coisa. E o pecador desmerecedor não tem nenhuma razão ou argumento para protestar se Deus retém a graça, pois isto não foi algo que ele ganhou ou mereceu de qualquer maneira.

Graça é uma notícia maravilhosa, tal uma oferta gloriosa, para esses que são pecadores, porque eles sabem que não merecem nada diferente do que a ira de Deus. Graça só é repulsiva para o arrogante e orgulhoso.

Graça também é a base para humildade. A Graça declara que todos os homens são iguais na condição de pecadores. "Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" (Rm 3.23). Todos são eternamente merecedores do inferno. Todo pecador está perdido e condenado aparte da graça de Deus.

Graça não só declara que todos são pecadores igualmente, mas também declara que todos são salvos igualmente. Não somos salvados por nossos esforços ou méritos. Nós somos salvados pela obra de Jesus Cristo na cruz do Calvário, pela Sua morte substitutiva em nosso lugar, e na Sua ressurreição e ascensão à direita do Pai. Graça põe todos no mesmo nível.

Graça deve impregnar as nossas vidas e influenciar como vivemos neste mundo e servimos a Deus na Igreja. Nós devemos demonstrar graça ao outro, da mesma maneira que Deus tem manifestado Sua graça a nós.

De todas as verdades que deveriam sensibilizar nossa alma, motivar nossa adoração e serviço, e produzir humildade e gratidão - deve ser a verdade que Deus é um Deus de graça - e que esta graça foi manifestada na pessoa de Jesus Cristo. NINGUÉM jamais poderia usufruir desta graça de Deus fora de Cristo.

Que a nossa mente e o nosso coração possam ser totalmente dominados por esta tão grande e maravilhosa Graça de Deus.



Rev. Ivan Pereira Guedes

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE...SERÁ?


Este é um dos versículos mais citados da Bíblia. Está nos adesivos dos carros, pregado à porta das casas, nos imãs de geladeira, em camisetas, nos brindes de fim de ano. Tornou-se como uma espécie de amuleto, de auto-afirmação, de brado de conquista.

Posso todas as coisas... Posso ter o emprego que desejo, ou a casa que sonho; posso passar no vestibular, ou ser aprovado no concurso; posso conquistar todos os meus sonhos, porque posso todas as coisas naquele que me fortalece.

A popularidade deste versículo, escrito por Paulo quando ele estava na prisão, provavelmente em Roma, denunciam duas características da nossa geração. Infelizmente, duas características tristes:

Primeiro, mostra o nosso pouco conhecimento bíblico, pois o versículo simplesmente não diz aquilo que a imensa maioria pensa e que é o motivo de sua popularidade. Antes de ser um brado de conquista e triunfalismo, Filipenses 4:13 é um brado de resistência e perseverança.
No versículo anterior, o versículo doze, Paulo afirma que sabe estar humilhado e também sabe ser honrado; sabe ter fartura ou ter fome; sabe tanto ter abundância quanto ter escassez. Em tudo isto ele já foi experimentado e guardou sua fé, não por mérito próprio, mas por Aquele que o chamou e fortaleceu.

Posso todas as coisas... Significa que posso passar pelos altos e baixos da vida; posso ter emprego ou estar desempregado; posso estar saudável ou enfermo; posso ter fartura ou estar em dificuldade; guardo a minha fé, não importa as circunstâncias, porque posso passar por todas as situações, boas e más, porque Ele me fortalece!

As tempestades virão, as lutas estarão à minha porta, os meus sonhos sofrerão revezes. Ainda que a terra se mude, ainda que os montes se transportem para o meio dos mares, ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, a minha fé permanecerá, porque posso todas as coisas naquele que me fortalece. Este é o espírito por trás do versículo.

A segunda coisa que esta interpretação errônea nos mostra é que fazemos parte de uma geração que tem dificuldades em lidar com as adversidades. Não toleramos as derrotas, nem suportamos estar abatidos. Não entendemos como um crente pode passar fome ou padecer necessidade. Só enxergamos as palavras de vitória, queremos a abundância, a fartura, a prosperidade, o bem-estar.

Somos daltônicos verbais, só conseguimos ler as palavras que reforçam a nossa ótica de evangelho triunfalista em que o mais importante é o bem estar aqui nesta terra. A passagem de Filipenses 4:12-13 diz: “Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece.”, mas nós o lemos assim: “Sei conquistar a honra; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho a vitória e toda fartura; a abundância é o meu único caminho porque tudo posso naquele que me fortalece.”. Simplesmente nos negamos a enxergar que podemos passar também pela humilhação, a fome e a escassez.

Precisamos entender que a vida cristã é um desafio. Coisas boas e más acontecem para justos e injustos, a graça de Deus se estende a todos. Para Deus o mais importante é o Caminho que trilhamos, sabendo que este Caminho nos leva para além desta vida terrena e das incertezas deste mundo caído. Os acontecimentos bons e maus se sucederão, mas Deus está muito mais interessado em revelar como reagimos diante desses acontecimentos. 

É assim que Ele forjará o meu caráter até que eu aprenda que, independente das circunstâncias, o fundamental é travar o bom combate e guardar a fé, porque tudo posso naquele que me fortalece.

Pr. Denilson Torres
Ministério Fruto do Espírito
www.frutodoespirito.com.br

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

"O VALE DE BACA"


(Consolo para os que sofrem) - “Bem-aventurado o homem cuja força está em Ti… o qual, passando pelo vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva.” (Sl 84.4-6).

Nos tempos do Velho Testamento, os israelitas piedosos faziam peregrinações regulares a Sião, a mesma Jerusalém, para adorar a Deus no templo e celebrar festas religiosas. Esta era a alegria maior de suas vidas; eles amavam os tabernáculos de Deus, suspiravam pelos átrios do Senhor, exultavam pelo Deus vivo! (Salmo 84.1-4).

Aquelas peregrinações eram muito difíceis em certos trechos, mas eles as enfrentavam com alegria; renovavam suas forças antegozando o momento em que apareceriam diante de Deus em Sião (v.7). O trecho mais difícil da viagem, incontornável para a maioria deles, era o Vale de Baca (Versão Revista e Corrigida), também chamado Vale das Lamentações (Septuaginta), Vale de Lágrimas(Vulgata Latina), Vale das Balsameiras (Bíblia de Jerusalém), e Vale Árido (Versão Revista e Atualizada). “Baca” é uma palavra hebraica que significa “choro”, “lágrima”. As balsameiras são plantas que destilam, gotejam ou “choram” o bálsamo, uma resina de odor tão agradável que a palavra “bálsamo” veio a significar, figurativamente, “alívio”, “conforto”, “lenitivo”. As peregrinações de Israel são um tipo ou símbolo da peregrinação dos cristãos neste mundo.

Jesus disse aos Seus discípulos: “Vós não sois do mundo…” (João 15.19). Paulo escreveu aos Filipenses: “A nossa pátria está nos céus…” (Filipenses 3.20). Pedro dirigiu suas epístolas “aos eleitos… peregrinos e forasteiros…” (I Pedro 1.1; 2.11).

Os israelitas faziam suas peregrinações a Jerusalém a fim de adorar a Deus no templo; nós, os cristãos, estamos a caminho da chamada Jerusalém Celestial onde haveremos de adorar e servir ao Deus Trino, em tabernáculos eternos.

Peregrinando aqui, temos passado, sim, por lugares de indizível beleza; o Bom Pastor nos tem conduzido por “pastos verdejantes”, e nos tem levado “para junto das águas de descanso” conforme lemos no Salmo 23.1,2; anjos têm vindo do céu à terra somente para nos proteger (Salmo 34.7); temos vivido experiências agradabilíssimas. Entretanto, não há por que negar que alguns trechos do caminho têm sido muito difíceis. Não temos podido evitar o“Vale de Baca” ou “Vale de Lágrimas”. Gostaríamos que o Salmo Pastoril (Salmo 23) falasse somente de “pastos verdejantes”, “águas tranqu?ilas” e “mesas postas”, e não mencionasse o “vale da sombra e da morte” (v.4). Mas a referência está ali…

Se você, irmão (ã) está passando pelo “Vale de Baca”, quero lembrar-lhe que o seu equivalente físico na Palestina recebeu este nome não porque era árido, difícil, sofrido, mas por causa das plantas que cresciam ali e “choravam” bálsamo. Este vale recende a bálsamo! Nesta e na próxima mensagem, vamos ver quanto conforto e lenitivo existe neste vale.

1. O Vale de Baca é muito freqüentado - Os israelitas de quase toda a Palestina tinham que passar pelo Vale de Baca, quando a caminho de Jerusalém. A topografia os obrigava a isto. Na experiência cristã não é diferente. Alguns são levados, como que “por via aérea”, do berço para a glória da Jerusalém Celestial, e escapam do Vale de Lágrimas; mas todos os outros têm que passar por ele. Parece que Moisés passou por este vale repetidas vezes. Idoso, sofrido e enfadado, ele orou: “Volta-te, Senhor! Até quando? Tem compaixão dos teus servos… Alegra-nos por tantos dias quantos nos tens afligido, por tantos anos quantos suportamos a adversidade.” (Salmo 90.13,14).
Muitas são as adversidades que nos afligem e nos fazem chorar no transcurso desta nossa peregrinação terrena: desapontamentos, desastres, calamidades, perdas, escassez, enfermidades, morte. De um modo ou de outro, cedo ou tarde, mais ou menos vezes, todos passamos pelo vale.

2. (O Vale de Baca é muito indesejável - a) É árido. Não tem rios de alegria; os poços, cavados por alguns dos peregrinos que nos antecederam ou por nós mesmos são, muitas vezes, “cisternas rotas que não retêm as águas”(Jeremias 2.13). b) É pedregoso. Os peregrinos conseguem remover as pedras menores, não as grandes; a caminhada é muito sofrida; muitos tropeçam e caem.
c) É escuro. As trilhas serpenteiam entre rochas de angústia e montanhas de pecado; o Sol da Justiça esconde-se por trás destas e o vale fica muito sombrio. d) É extenso. Os peregrinos sabem que Sião está à frente, mas não podem vê-la; a caminhada parece não ter fim. Muitos ficam desencorajados.
e) É infestado. Há espíritos maus neste vale. Eles tentam; fazem insinuações malditas e sugestões blasfemas: armam ciladas, lançam os “dardos inflamados do maligno” (Efésios 6.11,16).

3. O Vale de Baca é muito proveitoso - Torna-nos mais fortes, mais humildes, mais dependentes de Deus, enfim, mais crentes. A companhia e as necessidades dos outros peregrinos ensinam-nos a pensar mais neles, e a “levar as cargas uns dos outros” (Gálatas 6.2). O autor do Salmo 119 aprendeu muito no Vale de Baca, razão porque orou: “Antes de ser afligido andava errado, mas agora guardo a Tua Palavra… Foi-me bom ter eu passado pela aflição, para que aprendesse os Teus decretos.” (vs. 67,71).

Paulo passou por este vale diversas vezes, e testemunhou: “… aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado, como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias já tenho experiência, tanto de fartura como de fome, assim de abundância, como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece.” (Filipenses 4.11-13).

Missionária Eliane Lima.
Deus é na sua vida.
Obrigado.

Passamos por esse vale nessa madrugada de segunda-feira 02/05/16. Ainda não foi dessa vez que a Isabel nasceu. A Vânia teve perda de liquido devido um esforço indevido. Fizemos todos os exames, a Bebel está bem 3.200 Kg, coraçãozinho está ótimo, e o líquido tbm. 3,0 dedos de dilatação. Internação a partir de 5 dedos. Um absurdo. Saímos do Hospital mais de 02h00min da manhã. É pra voltar quando a dor aumentar. Ou até sexta-feira dia 06/05/16 a cancera será inevitável. Agradecemos muito pelas orações. Continuem orando que a vitória vem e a Isabel tbm. O Vale de Baca vem pra todos nós. Mas como Vale não é lugar de habitação e só de passagem. Em breve superaremos mais esse em nossas vidas.

Foi superado nossa lindeza está com 1 aninho e 7 meses. Uma bênção do Senhor em nossas vidas. Obrigado meu Deus, valeu Jesus, quebrou tudo Espírito Santo.

Grande abraço a todos.
Graça e paz do nosso Senhor Jesus.
A inveja é um câncer e a hipocrisia uma farsa.
Mas Jesus é a cura.
Família é tudo.
Bíblia é vida.
Unidos somos mais fortes,
Ótimo dia.
Evangelista Marcelo Raineri.

domingo, 10 de dezembro de 2017

TRANSFORMANDO SEU CASAMENTO


"Deus tem um bom senso de humor. Se não, nunca teria juntado pessoas tão diferentes na instituição sagrada que chamamos "casamento".

O introvertido casa-se com a "vida da festa"; o "dorminhoco" se junta àquela que acorda com os pássaros; ele esmaga o tubo de pasta de dente; ela faz carinho no tubo para persuadir a pasta a sair; ele coloca o papel higiênico para sair de cima, ela de baixo; ele quer tirar férias nas montanhas, ela na praia; ele gosta de churrascarias, ela adora comida chinesa; ele expressa amor através de atos de serviço; ela quer ouvir as palavras "Te amo"; ele quer dormir com a janela aberta e o ventilador ligado, mesmo no inverno; ela usa 2 cobertores mesmo com a temperatura 35 graus.

Infelizmente, nem todos acham graça nas diferenças que existem em todos os casais. Pior, às vezes diferenças como estas levam alguns casais à conclusão de que são incompatíveis. Logo nos primeiros anos de casamento ficam desiludidos, frustrados, decepcionados. Não tem que ser assim. Para valorizarmos a individualidade de cada um, precisamos entender o propósito divino por trás das diferenças entre nós. Além disso, precisamos aprender a aproveitá-las para tornar o casamento ainda mais forte.
Deus chamou o homem e a mulher para se completarem, não para competirem! Por que as diferenças? Para entendermos este "senso de humor divino" que une pessoas tão diferentes, precisamos voltar para o estabelecimento do casamento dentro do plano de Deus.

Em Gênesis 2.15-24 descobrimos alguns princípios importantíssimos que explicam por que o ditado opostos se atraem é verdade para tantos casais.

1. O homem precisava de ajuda para realizar sua tarefa no jardim. - Quando Deus fez o homem e o colocou no Jardim do Éden, deu-lhe a tarefa de cuidar e cultivá-lo (Gn 2.15). Mas logo em seguida Deus declarou que a situação do homem sozinho não era bom (2.18). Esta é a única vez em 6 dias de criação que Deus fala que algo não era bom. Em outras palavras Deus disse "Não dá! O homem não consegue realizar tudo que eu quero na Terra. Está faltando alguém." O que faltava era a mulher, Eva. Em Gênesis 2.18b e 20 ela foi chamada de auxiliadora idônea. Infelizmente muitos têm torcido estes termos para fazer da mulher-esposa uma espécie de capacho automatizado. Nada pode ser mais longe da verdade.

O termo auxiliadora não significa escrava, alguém para lavar sua roupa e fazer sua comida. A mesma palavra hebraica foi usada de somente uma outra pessoa no Velho Testamento, o próprio Deus! Deus é nosso auxílio (Sl 33.20), amparo (Sl 115.9-11) socorro (Os 13.9) e ajuda (Dt 33.7). Em outras palavras, Ele socorre os seres humanos na hora das suas maiores necessidades.

Seria difícil imaginar um termo mais nobre. Pela sua graça, Deus colocou um representante de Si mesmo ao lado de cada casado, um auxílio e amparo que socorre e ajuda em todas as necessidades. Assim é a esposa para o homem e, por implicação, o homem para sua esposa.

2. Deus criou a mulher para completar o que faltava no homem, e vice-versa. - O outro termo, idônea, literalmente significa conforme o seu oposto. Em outras palavras, a mulher corresponde ao homem mas também completa o homem. Ela é o que ele não é, faz o que ele não faz, supre o que ele não tem, e vice-versa. Assim como os dedos de duas mãos se entrelaçam, homem e mulher juntos fecham as respectivas falhas na vida de cada um.

Como aproveitar as diferenças? Infelizmente demorei um pouco para perceber que diferenças contribuem para a saúde do casamento. Cedo no nosso casamento fiz de tudo para criar minha esposa na minha própria imagem (Deus nos ajude!). Gosto demais de fazer longas listas de afazeres; minha maior paixão na vida é de colocar um “X” ao lado de uma tarefa já feita. (Sou tão obsessivo que às vezes faço uma tarefa que não consta na minha lista, e depois de feita escrevo-a na lista de afazeres, só para ganhar mais um “X”!) A minha esposa não é tão neurótica assim. De fato, fora o deslize de ter se casado comigo, as pessoas acham ela normal. Mas nos primeiros anos do nosso casamento pensei que ela precisava ser mais organizada (apesar do fato de que eu esqueço mais que ela).

Tentei convencê-la da necessidade de escrever tudo numa linda lista de afazeres, como eu fazia. Não deu em nada, graças a Deus! Foi quando comecei a perceber que nunca queria casar-me comigo mesmo. Escolhi minha esposa pelo fato de ela ser diferente de mim. Lembro-me de um outro erro machista que cometi. Imaginava que, como varão eu tinha que cuidar das finanças familiares, apesar do fato da minha esposa ser muito mais econômica e atenciosa a detalhes financeiros. Depois que eu soltei um bom número de cheques sem fundo, inclusive para o governo federal, concluí que nosso casamento seria bem mais forte se ela cuidasse desta área. (É difícil cultivar um casamento sólido quando um cônjuge está na cadeia!) E descobri que aproveitar das áreas fortes da minha esposa não era uma ameaça a minha masculinidade.

Um dos segredos de um bom casamento não é que os dois eliminam as diferenças entre si com o passar do tempo. A chave é saber trabalhar as diferenças! Um exemplo da biologia ilustra este princípio. Dizem que quanto mais diversificados os genes, mais forte se torna a espécie. Isso pelo fato de que quando dois animais com genes semelhantes cruzam, tendem a reforçar as fraquezas na espécie. Mas a diversidade genética enriquece e fortalece a cria, pois genes prejudiciais são contrabalançados por genes bons. O casamento é assim também. O casal esperto sabe aproveitar as diferenças entre si para ministrar um para o outro justamente nas áreas de fraqueza ou falha.

Por exemplo: Uma esposa extrovertida ajuda seu marido tímido em situações onde ele se sente desconfortável; Um marido que não enxerga bem à noite deixa que sua esposa dirija o carro de volta para casa; Uma esposa com muita capacidade de discernimento usa seu “sexto senso” para advertir o marido contra maus negócios; Um marido perfeccionista ajuda sua esposa ativista a melhorar a qualidade de seu serviço; Uma esposa compassiva amolece a rigidez do seu marido que tem gênio forte; Um marido menos acadêmico conta com a ajuda da sua esposa estudiosa para preparar sua aula de escola dominical.

Poderíamos multiplicar os exemplos, mas o ponto está claro: O casal sábio aprende cedo a trabalhar as diferenças entre eles para fortalecer e não enfraquecer seu lar. Este casal sabe que as diferenças foram criadas por Deus não para criar competição, mas sim complementação em casa. “Quando sou fraco, então ela é forte” e vice-versa. Foi um bom senso de humor divino que fez o casal assim. É bem melhor dar risada às diferenças entre nós do que discutir sobre elas.

Agora só preciso aprender a enrolar o tubo de pasta de dente de baixo para cima. Mas será que consigo achar um bom restaurante chinês nas montanhas?

Pr. Davi Merkh
casamentorestaurado@gmail.com
FONTE: http://casamentorestaurado.blogspot.com/

Está casado com sua esposa Carol a 22 anos e têm 6 filhos. Leciona no Seminário Bíblico Palavra da Vida, ministra como pastor auxiliar de exposição bíblica na Primeira Igreja Batista de Atibaia Autor de 14 livros com temas voltados para ministério criativo e o lar cristão pelas Editoras Hagnos e Atos. Não desista dos seus sonhos!

sábado, 9 de dezembro de 2017

SOLIDÃO NO CASAMENTO, É POSSIVEL?


Eclesiastes 4: 11 “ Se dois dormirem juntos, vão se manter aquecidos. Como, porém, manter-se aquecido sozinho? ...”

Existem dois tipos de solidão que podem atingir uma pessoa dentro de um relacionamento conjugal:

SOLIDÃO EMOCIONAL - Esta acontece quando um cônjuge se sente distante do outro. A tendência das pessoas que vivem uma solidão emocional é murmurar, e se retrair cada vez mais, porém, o melhor é ser proativo, é tomar atitudes que provoquem essa proximidade, é colocar um sorriso no rosto, fazer um esforço inicial, buscar uma conversa, falar amenidades, diminuir as críticas e ser uma boa companhia para o outro.

Desligue um pouco a TV, a internet, e os cuidados com outras coisas e se guarde para um momento com o cônjuge. Se não tem muito assunto, fiquem quieto um no braço do outro, que, às vezes, pode ser mais gratificante que o muito falar.

Creio que se algo não vai bem, para continuar assim é só permanecer fazendo tudo igual, do mesmo jeito, mas se queremos mudança, então precisamos aprender a fazer diferente. Já pensou, por exemplo em aprender a fazer uma boa massagem, comprar uns produtos para esse fim, quem sabe um livro que trata do assunto? Não sei o que tanto você pode fazer, mas sei que a solidão emocional, muitas vezes é provocada por nós mesmos quando fechamos a cara e passamos a reclamar do outro.

SOLIDÃO SOCIAL - Quando eles não fazem coisas juntas, não partilham, não passeiam, não têm atividades comuns, vivem um tanto quanto isolados. E a solidão social? Esta se cura fazendo coisas juntos, é sendo participante de uma comunidade, de um grupo social, de uma igreja, é fazendo a diferença na vida de alguém, é tendo utilidade para as demais pessoas. Vejo pessoas que vivem um mundinho extremamente limitado, não visitam e não são visitados, não ajudam ninguém e não são ajudados, a casa deles está sempre muito bem arrumada, um “brinco” , mas vazia, vazia de gente, de vida, vazia de relacionamento. Eles não não tem amigos porque não são amigos. Nunca convidam ninguém para um café ou um jantar, e assim, vão se enclausurando, vivendo em seus casulos de solidão.

Em nossa casa, nossos filhos têm a liberdade de trazerem seus amigos para comer conosco, e quando eles são muitos, minha esposa Cleire, faz alguma coisa  simples e mais barata, como uma grande panela de arroz com frango, ou uma polenta com carne moída, e eles adoram, sabe por quê?  Porque na verdade, ninguém está ali para comer, mas sim, para suprir suas necessidades de relacionamento, é ter um lugar onde se pode falar e ser ouvido, sem muita máscara, é ser aceito e bem vindo.

Eu me lembro quando da morte de nosso pai, fomos morar em uma casa que antes servia como tulha (depósito de cereais) no sítio de nosso avô, uma miséria incrível, falta quase tudo. E ali não havia piso de cimento, era chão batido, mas as pessoas gostavam de estar ali conosco, eles se sentavam e os pés da cadeira fincavam no chão, e todos riam da situação, mas eles vinham todas as noites, para tão somente ficarmos juntos nos aquentando emocionalmente.

Sabe queridos, os cavaleiros medievais se protegiam contra o adversário cobrindo seu corpo com armaduras metálicas e ficavam como um robô, com dificuldades até para andar. É certo que assim eles estavam mais protegidos, só que quando caiam havia uma enorme dificuldade para se levantarem, sendo necessário que alguém estendesse a mão . Assim estão vivendo algumas pessoas nos dias de hoje, se protegem tanto com suas armaduras psicológicas e não encontram quem as levante.

Amar, relacionar-se é correr risco, mas vale a pena, ame mesmo assim, envolva-se com uma causa honesta, que cuida de gente, que trate das coisas de interesse de Deus. É isso, viva para servir, pois se “alguém serve para servir, então, serve, mas quem não serve para servir, então, não serve. (Pr. Ismael R.Carvalho)", é assim que se cura uma solidão social.

Pr. Ismael

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

CASAMENTO NÃO É SORTE, É CONSTRUÇÃO

“O casamento não é sorte, como dizem, é construção, é investimento! Invista em sua esposa, em seu marido e família. Estes passos que vocês estão dando juntos transformarão inteiramente o vosso relacionamento”. (Silmar Coelho em “O Que as Mulheres Esperam dos Homens” – 2012).
Quando se vai construir uma casa, logo surge uma preocupação. Que material será utilizado na planta e a sua profundidade. E o bom pedreiro não coloca em “jogo” a sua profissão, sujeitando-se a fazer um trabalho que pode prejudicar alguém.
No relacionamento conjugal não pode ser diferente. Ambos os cônjuges deveriam, antes do enlace matrimonial, preocuparem-se com a base de sustentação do casamento. Pois, a partir de então, conforme a Palavra de Deus, os dois serão uma só carne e a separação conjugal só depois da morte ou do divórcio, ocasionado pelo adultério.
A união conjugal precisa (e deve) ser firmada em alicerces que priorizem os princípios da Palavra de Deus. A seguir algumas dicas de alicerces que, se forem postos em prática, certamente vai fazer do seu relacionamento um lugar de alegria e de facilidade assim como um dia foi idealizado por um dos dois. 

AMOR - O amor está presente na afeição, no afeto e no diálogo. O amor proporciona estima, simpatia, amizade, além da diligência e o cuidado mútuo. Sem amor é impossível haver unidade no relacionamento conjugal. Essa união conjugal pode até manter-se viva para a sociedade, porém morta dentro da realidade de quatro paredes e um “teto por cima”. 

RESPEITO - Significa: reverência, veneração, obediência, submissão, subordinação. Esse respeito deve nortear a vida conjugal de duas pessoas do sexo oposto. Infelizmente, o que se tem visto são maridos e mulheres faltando com respeito um ao outro se isto fosse legal e lhe concedesse prazer. Na frente de outras pessoas, esses cônjuges sempre fazem questão de desrespeitar a sua cara-metade, historiando fatos negativos que aconteceram ou que estejam acontecendo na vida da outra pessoa. Isto – eles não sabem -, que estão simplesmente enterrando a motivação do outro e menosprezando o que deveria ser considerado muito importante na vida de cada ser humano: Respeito. 

AUTORIDADE - A Bíblia diz que o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja – Ef 5:23 Toda mulher sente-se segura e protegida ao ser liderada pelo marido com respeito, amor e sabedoria. Têm muitos maridos que fazem questão da liderança absoluta do lar. No entanto, são totalmente ausentes na conjuntura espiritual da família, deixando a vida de oração somente para as mulheres. (Silmar Coelho em “O que as Mulheres esperam dos Homens” – 2012). 

CONFIANÇA - O coração do seu marido confia nela e não haverá falta do ganho – Pv 31:11 A confiança precisa ser demonstrada em todos os sentidos, inclusive financeiramente. Se não está havendo essa confiança, alguma coisa está errada. (Silmar Coelho em “O que as Mulheres Esperam dos Homens” – 2012). É nessa hora que outro fator interessante no relacionamento conjugal deve entrar em ação: Comunicação. 

COMUNICAÇÃO - A comunicação dentro de uma família é por demais importante, haja vista ser o meio mais eficiente para fazer duas pessoas compreenderem-se em amizade, convivência e intimidade.

Como sabemos amizade, convivência sadia e intimidade entre os cônjuges deveriam nortear os relacionamentos diariamente. A família que se comunica com feedback.

VALORIZAÇÃO - Quem acha uma esposa, acha uma coisa boa e alcançou a misericórdia do Senhor – Pv 18:22 A maneira como o marido fala da esposa e como a mulher fala do marido revela muita coisa. A afirmação constante do amor dá segurança a ambos. A mulher, por exemplo, jamais se cansará de ouvir que são amadas. Contudo, nas mais ofende uma mulher ou marido do que a desvalorização (Silmar Coelho). Portanto, a partir de hoje, vocês casais devem cada vez mais valorizar seu cônjuge. 

DEUS - Salmo 127:1, diz: Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam. Salmo 128:1, está escrito: Bem-aventurado todo aquele que teme ao Senhor e anda em seus caminhos.


Se a família foi constituída por Deus, por que algumas famílias insistem em não quer a presença do Senhor no seu controle. Não tem coisa pior do que contemplar uma família sem a direção do Senhor. Uma família que vive no centro da vontade de Deus é diferente. A casa será abençoada, a mulher será como videira frutífera e os filhos como brotos de oliveira. 

CONCLUSÃO - Caros internautas, se Deus não está no centro da vontade de seus casamentos, meu conselho é que, a partir de hoje, comecem a muda seus conceitos quanto a sua liderança no lar. Seu lar precisa de um espaço privilegiado para o Senhor trabalhar na vida de vocês e tornar sua família num exemplo de bênção.
Pr. Manuel Gomes da Silva
Pastor  Presidente da Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor
CEPEA; jornalista, Especialista em Comunicação Educacional pela UEPB 
e há mais de 10 dez anos ministra palestras para casais

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

COMO MANTER UM CASAMENTO ABENÇOADO?

Quando Deus oficiou o casamento de nossos primeiros pais, Adão e Eva, estabeleceu um plano para todos os casais. Gênesis 2:24 conta: “… deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne.” A união do casamento seria a mais íntima de todas as relações humanas. Por ela, marido e mulher se tornam uma só carne. “Porque ninguém”, argumenta Paulo, “jamais odiou a sua própria carne, antes a alimenta e dela cuida”. E , escreveu mais: “Quem ama a sua esposa, a si mesmo se ama” (Efésios 5:28 e 29).
O casamento é uma união de amor. Foi instituído para satisfazer o profundo anelo implantado na alma pelo Deus de amor – o desejo de dar e receber amor.
O amor é oposto ao egoísmo. O egoísmo pensa em si mesmo, busca os seus próprios interesses, busca só receber. Infelizmente muitos casam por motivos egoístas: querem só a sua vontade e o seu prazer satisfeitos. Por isso, casamentos desse tipo nunca são felizes e acabam rapidamente.
O amor conjugal deve ser nutrido, fortalecido. Ele deve crescer sempre. A sua chama deve se tornar cada vez mais viva. E isto não vem por acaso. Requer planejamento, requer esforço – incessante esforço através da vida íntima. Alguém disse acertadamente que a vida conjugal é uma escola na qual nunca nos graduamos.

A primeira dica é o reconhecimento de cada um dos cônjuges no lar. No plano de Deus o marido é o chefe da família. Deve ser honrado como tal pela esposa e pelos filhos. Mas a esposa é a rainha do lar. E deve estar ao lado do marido na direção do lar.
Uma segunda dica para manter o casamento é a fidelidade mútua. O casamento é uma união sagrada e requer estrita fidelidade do marido à mulher, e da esposa ao marido. A ordem é clara: “Não adulterarás” (Êxodo 20:14). Essa total dedicação de um ao outro gera confiança e nutre o amor. Inversamente, a infidelidade, seja do homem, seja da mulher, suscita ciúme, ressentimento.
Já a terceira dica é o esforço de adaptação mútua. Passados os primeiros dias após o casamento, e iniciada a vida real, começam a aparecer as fraquezas de ambos. O marido vê na mulher pontos negativos com que talvez não sonhasse; e a esposa também vê no marido defeitos que não imaginava… Aí é preciso compreensão, apoio e a busca para valorizar as qualidades, ajudando na superação dos pontos negativos.
A quarta dica para manter o casamento é a expressão do amor. Na vida conjugal o amor deve ser expresso por palavras – palavras de apreço pelos esforços do marido, da mulher; palavras em que o amor mútuo é assegurado. Alguns pensam que o companheiro da vida sabe que é amado e não é preciso dizer para o outro. Outros julgam que a expressão de amor é uma demonstração de fraqueza.
O amor deve ser expresso por atos, aliviando cada qual o dardo do outro. As primeiras atenções, dispensadas com tão grande satisfação na fase do namoro e noivado, deveriam continuar após o casamento. Se a noiva ou namorada merecia atenção, muito mais digna disso é a esposa.
Um presente de vez em quando é uma demonstração de amor correspondido pelo outro lado com um afeto mais profundo. Nisso não é necessário gastar o salário do mês. Até uma bonita flor, se dada com sinceridade, produz o seu efeito. Alguém disse que o amor da esposa floresce como uma flor. E o tempo de fazer isso é enquanto ela vive. De nada valerá, depois da morte, encher o seu caixão de flores e amontoar coroas sobre o seu túmulo.
Uma quinta dica para manter o casamento é dar a Deus um lugar na vida do casal. O verdadeiro triângulo amoroso é formado pelo marido, pela esposa e por Deus. Quanto melhor o nosso relacionamento com Deus, tanto melhor será o nosso relacionamento com o companheiro da vida.
Deus deve ser o centro da nossa vida, o Objeto de nosso supremo amor. A vontade dEle deve vir em primeiro lugar e deve ser feita com alegria. Então, da divina fonte de toda boa dádiva, receberão, marido e mulher, aquele amor desinteressado e puro, que une, que enobrece, que faz feliz e bela a vida conjugal.
No capítulo intitulado “O Segredo de Um Matrimônio Feliz”, do livro “A Ciência do Bom Viver”, lemos: “Só em Cristo é que se pode com segurança entrar para a aliança matrimonial. O amor humano deve fazer derivar do amor divino os seus laços mais íntimos. Só onde Cristo reina é que pode haver afeição profunda, verdadeira e altruísta.”
Amigo ouvinte, Deus instituiu o casamento para que fosse uma bênção. Aqueles que preenchem essas condições possuirão o precioso bem de uma união conjugal venturosa.
Se estou falando neste momento a um casal que não é feliz, gostaria de dizer, terminando: embora possam surgir dificuldades, perplexidades, nem o marido nem a mulher devem abrigar o pensamento de que sua união é um erro ou uma decepção. Que cada um resolva ser para o outro tudo que é possível. Continuem, relembrem as primeiras atenções e gestos de carinho. Que um anime o outro nas lutas da vida. Procure cada um promover a felicidade do outro. Haja amor mútuo e muita paciência. Então, o casamento, em vez de ser o fim do amor, será como que seu começo. O calor da verdadeira amizade, o amor que liga coração a coração, é uma amostra das alegrias do céu.
Pr. Montano de Barros

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

A FALTA DE AVIVAMENTO PESSOAL

Richard Baxter, Eu não sei o que os outros pensam, mas da minha parte, me envergonho de minha ignorância, e me admiro de mim mesmo, porque não tenho tratado as almas dos outros e da minha como almas que esperam o grande dia do Senhor; e porque tenho espaço para quase qualquer outros pensamentos e palavras; e porque tais assuntos assombrosos não tomam completamente minha mente. Admiro-me de como posso pregar sobre isto desapaixonadamente e descuidadamente; e como posso deixar os homens sozinhos em seus pecados; e como não vou atrás deles, rogando-lhes, pelo amor do Senhor, que se arrependam, não importa a forma que recebam a mensagem, e qual seja a pena e dor que custem a mim. 

Muito poucas vezes saio do púlpito sem que minha consciência me golpeie por não ter sido mais fervoroso e sério. Ela não me acusa tanto pela falta de ornamentos e elegância, nem por deixar passar uma palavra errada; mas me pergunta “Como você pode falar de vida e da morte com um coração assim? Como pode pregar sobre o céu e o inferno de uma forma tão relaxada e descuidada? Crê no que disse? Leva a sério ou embroma? Como pode dizer às pessoas que o pecado é algo assim, e que tanta miséria está sobre elas e diante delas, e não ser mais afetado com isto? Você não deveria chorar sobre pessoas assim, e não deveriam tuas lágrimas interromper suas palavras? Você não deveria clamar em alta voz, e mostrar a eles suas transgressões, e implorar a eles e rogá-los como uma questão de vida e morte?

E, por mim mesmo, como estou envergonhado do meu coração descuidado e torpe, e do meu modo de vida inútil e lento, assim como, o Senhor sabe, estou envergonhado de cada sermão que tenho pregado; quando penso sobre o que estou falando, e quem me enviou, e que a condenação e salvação dos homens é completamente relacionada nEle, estou preste a tremer por temor de que Deus me julgará como um mau administrador de Suas verdades e das almas dos homens, e imagino que no meu melhor sermão eu seja culpado pelo sangue deles. Penso que não devemos falar qualquer palavra aos homens, em assuntos de tamanhas conseqüências, sem lágrimas ou com a maior seriedade que possamos alcançar; já que somos tão culpados do pecado que reprovamos, deveria ser dessa forma.

Verdadeiramente, este é o tinir da consciência que soa em meus ouvidos, e apesar disso, minha alma sonolenta não quer ser despertada. Oh! Que coisa é um coração endurecido e insensível. Oh, Senhor, salva-nos da praga da infidelidade e da dureza de coração de nós mesmos! Como poderíamos ser instrumentos aptos para salvar os outros do erro? Oh, faz em nossas almas aquilo que Tu nos usaria para fazer nas almas dos outros.

Pr. Anderson José de Andrade Firmino 

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

DEUS DÁ, DEUS TIRA, MISERICÓRDIA!!!


E disse Dalila: Os filisteus vêm sobre ti, Sansão. E despertou ele do seu sono, e disse: Sairei ainda esta vez como dantes, e me sacudirei. Porque ele não sabia que já o Senhor se tinha retirado dele (Juízes 16:20).

A grande maioria conhece a história de Sansão e Dalila, seja através da Palavra de Deus ou através de filmes, ou peças teatrais. 

Ele foi o ultimo dos Juízes. Sansão foi um homem poderoso, sedutor, de uma força física sobrenatural. No inicio temente ao Senhor. Mas como a brecha é a desgraça do cristão, esse grande homem de Deus, deu esse vacilo, e deixou se levar pelos manjares do mundo. Se vendeu pelo um prato de lentilha, chamado cobiça do olhos, imoralidade sexual e desobediência.

Sansão era filho da promessa, sua mãe era estéril, não podia ter filhos. Assim como Ana, mãe do Profeta Samuel e Isabel, mãe do Profeta João Batista. Três destinos cruzados pela esterilidade de suas mães e pelo chamado divino.

Samuel foi o Profeta que preparou o caminho para o Reinado de Davi e o Profeta que o ungiu como Rei. João Batista foi o Profeta que preparou o caminho para Jesus, e o Profeta que batizou a Jesus Cristo. Ambos tinham uma busca tremenda pelo Espírito Santo de Deus e eram dependentes das vontades do nosso Deus. Deus determinava, Eles cumpriam.

Diferentemente, Sansão, quebrou todas as vontades de nosso Deus. Rompeu com seu voto de narizeu. Casou-se com uma filistéia; perdeu a confiança do seu povo; foi amarrado pelo seu próprio povo, para ser entregue nas mãos de seus inimigos; tornou-se um com uma prostituta; fornicou; e apaixonou-se por Dalila.

Viver sem o Espírito de Deus, não significa que você irá deixar de viver. Você pode ir para uma baladinha; você pode ficar com um(a) aqui, outro(a) ali; dá uma chapadinha no coco hoje, descansar amanhã; você pode ter relações sexuais com quem você quiser, seja homem ou mulher; você pode ter um(a) amante aqui outro(a) ali; você pode falar palavrão, curtir um funk proibidão; você pode desobedecer pai e mãe; você pode acreditar na mentira e pratica-la; você pode zombar e pessoas que servem a Deus; você pode ter relações sexuais com parentes, familiares; animais; você pode seguir suas paixões desenfreadas a vontade...

UÉH! O QUE EU NÃO POSSO ENTÃO?  Você não pode entrar no céu!!!

Quando Sansão sem saber e sem sentir que já não possuía mais o Espírito Santo de Deus, ocorreu uma atitude esperada. Ele ainda acreditava que podia fazer tudo o que ele fazia antes. Ele ainda confiava na sua força e no seu poder.

Viver sem o Espírito de Deus é sentir-se auto-suficiente, é acreditar no próprio potencial, é ter a certeza de que sua inteligência é maior e melhor do que a dos outros, é achar que você vai vencer sempre, que tudo ira cooperar para a realização dos seus sonhos.

Tudo tem um preço. Queremos ir para o céu, mas não queremos abdicar de tudo que atrapalha a nossa caminha com Jesus; Queremos ter a santidade de Jesus, e ao mesmo tempo queremos desfrutar de todos os prazeres desenfreados da carne, no presente século; Queremos ser abençoados por Deus, mas não conseguimos estender a mão para o nosso próximo; Queremos as bênçãos de Jesus sobre a nossa vida, mas não queremos seus sofrimentos.

Sansão tomou essa decisão, ele não negou os seus desejos e prazeres. Porém se tornou escravo das consequências: perdeu o Espírito de Deus, perdeu sua força, perdeu sua visão, perdeu a sua fama, foi humilhado, foi envergonhado e envergonhou o nome de Deus e ainda perdeu sua vida.

Viver sem o Espírito de Deus é assumir a responsabilidade Espiritual e Física da sua vida. É afirmar que você está preparado para o inferno. É fazer a obra do Senhor com negligência. É viver uma vida secular sem princípios cristãos. É acreditar que está vivendo a vida, vivendo o momento, desfrutando dos prazeres desta era, sem considerar que haverá um fim. Sem considerar que um dia você estará diante do grande trono branco, respondendo pelos seus atos, prestando conta ao nosso Deus.

Muitos deitam e rolam, faz e acontece sem pestanejar. Aí no meio do percurso, as vezes se deparam com um câncer, com perdas inesperadas, com fracassos financeiros, com divórcio, com traição, adultério, e ai começam a questionar e até a culpar a Deus.

Precisamos entender quais são as vontades de Deus para nossa vida. E para isso precisamos ouvir a sua voz. Diante desse fato, se faz necessário conhecermos as suas palavras. E para ouvi-lo precisamos da Bíblia. Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário a carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam (Galatas 5:17).

Os que pertencem a Cristo Jesus, crucificaram a carne, com as suas paixões e desejos (Galatas 5:24). Quando estamos completamente envolvidos pelo Espírito Santo de Deus, essa escritura se faz presente em nossas vidas. E nada e nem ninguém consegue abalar a nossa fé. Nenhuma mulher ou homem imoral nos tiram da presença de Deus (Eclesiastes 7:26). O Espírito vivifica, a letra mata (2 Coríntios 3:6).

Sansão teve ainda uma ultima oportunidade. E neste arrependimento, Deus atendeu o clamor do seu coração. E na sua morte ele além de envergonhar o deus Dagon, ainda matou mais filisteus do que a sua vida inteira de 20 anos de ministério.

Se sua vida está completamente desregrada, fora dos padrões cristãos, que agradam o coração de Deus. Você tem nessa ultima chance, a chance que Sansão não teve. Ele conquistou o perdão de Deus através do seu arrependimento, porém sua vida foi ceifada. Você tem a chance de mudar a partir de agora, e ter uma vida renovada pelo Espírito Santo de Deus. E para isso você não precisa chegar a morte. Sansão não vivia na dispensação da graça. Jesus ainda não tinha vindo. 

Hoje temos esse privilégio, vivemos na dispensação da graça. Arrependa-se dos seus maus caminhos e volte a andar com Deus. Sem o Espírito de Deus, fazemos tudo aquilo que é contrário a vontade de Deus e não alcançamos a coroa da Salvação. É uma escolha, uma decisão. Decida o melhor e viva a eternidade com Deus.

Lembre-se que temos apenas uma vida (Hebreus 9:27). Você e eu, morremos apenas uma vez. Então pare de desperdiçar a sua vida. A palavra de Deus é clara. Querer acreditar na reencarnação é uma opção e não a realidade de Deus. Pare de ter tempo com Deus e passe a andar com Deus.
Ora, as obras da carne são manifestas: imoralidade sexual, impureza e libertinagem;
idolatria e feitiçaria; ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo, dissensões, facções
e inveja; embriaguez, orgias e coisas semelhantes. Eu os advirto, como antes já os adverti, que os que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus.
Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,
mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei

Gálatas 5:19-23
Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.
Gálatas 5:17
Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito, o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam.
Gálatas 5:17


Ajude a salvar o planeta, cultive o Espírito Santo na sua vida.
Ebenézer no Lar.
Bíblia é vida.
Unidos somos mais fortes.
Evangelista Marcelo Raineri.
Haleluias!
PB. Marcelo Raineri.

QUEM SOU EU

QUEM SOU EU
Marcelo Raineri, 48 anos, por misericórdia do Altíssimo, Evangelista na Casa do Senhor; Servo comprometido com a Palavra de Deus, em equilibrio com o consolador deixado por Cristo. Não tenho rabo preso com ninguém, além de Cristo. Tenho buscado dia após dia colocar em prática seus ensinamentos e suas diretrizes. Cristão sim, perfeito não, desde 15/10/1999. Legalista jamais! Ministro da sua Palavra e Levita na Casa do Senhor; Levado por Deus aonde quer que Ele coloque a planta dos meus pés para ministração da sua Poderosa Palavra. Bajular, puxar o saco, tolerar o pecado, buscar o reconhecimento humano, não faz parte do nosso caráter e nem ministério. Casado letigiosamente e religiosamente a 9 anos com a Diaconisa Vânia Raineri, pai de filhos incriveis. Eu e minha familia servimos ao Senhor Jesus; Amando esse novo momento com a nossa caçulinha Isabel Raineri. Tenho a convicção de que nada e nem niguém pode esconder você de Deus; nada e nem ninguém pode calar a sua adoradoração; nada e nem ninguém pode apagar a lâmpada de Israel que habita em meu ser; nada e nem ninguém pode derrubar aquele que Deus escolheu pra vencer. Obrigado Jesus, que eu diminua dia após dia, pra que o Senhor cresça em mim. Um forte trabalho evangelistico "CAPELÂNIA NO LAR" Projeto Familia é tudo - Bíblia é vida".

RELAXA - MULATARIA LESTE

ALTERNATIVA - MULATARIA LESTE

N.S.R - VOZES PELA IGUALDADE

N.S.R - VIRADA EDUCACIONAL

N.S.R - PORQUE EU TE AMEI

N.S.R. - DE FORMA LOUCA

JESUS O PLANO PERFEITO

MEU MILAGRE by Ingrid Gabriele Raineri

MINHA RAINHA

MINHA RAINHA
Sem palavras! Da morte para vida, e vida com abundância. Namorada, noiva, esposa, amante, mulher. Minha herança, bênção de Deus na minha vida. Caminhando para o oitavo ano de amor, respeito, paixão, compreensão, brigas, perdão. Hoje com mais uma das surpresas de Deus. Após 7 anos casados legalmente como o povo gosta de saber, cartório, igreja, estamos a beira de mais uma dadiva de Deus em nossas vidas. Isabel Raineri. A caçulinha da Familia Raineri. Obrigado meu Deus, valeu Jesus, quebrou tudo Espírito Santo. Vai ser mais que demais. Te amo Neguinha hoje e sempre. Rumo a eternidade. Choramos, sofremos, cultuamos, louvamos, clamamos, adoramos, VALEU A PENA!!! Oh glórias!!!

FAMILIA LIMA

FAMILIA LIMA
Obrigado Deus!!! Amigos eternos, Família abençoada que amam a Deus. Uma benção de Deus em nossas vidas. Uma amizade que veio dos céus, passou por Maceió, e agora cresce em Sampa. Em tão pouco tempo conseguiram conquistar e firmar em nossos corações uma profundidade que não tem preço e não há quem bloqueie ou corte em nome de Jesus. Um presente de Deus em nossas vidas. Deus abençoe hoje e sempre. Família é tudo. E vocês são carne da nossa carne. Amamos vocês hoje e eternamente. A cada ano que passa a união se fortalece. mais que demais. Amamos vocês. Falo ureias... Kkkkkkkk.

FAMILIA PEREIRA

FAMILIA PEREIRA
"O amor de Deus, quando vivenciado pelos seus filhos, supera todo e qualquer desafio. Meus amados vocês são escolhidos de Deus. Que Deus continue abençoando a nossa amizade, o casamento de vocês e essa amada familia. Amamos está vocês hoje e sempre. Que a Paz do Senhor Jesus seja constante na vida de vocês. Bíblia na Cabeça, Rumo a eternidade.

FAMILI ASSIS

FAMILI ASSIS
Familia linda!!! Sem palavras. Uma familia compromissada com Deus. Pastor Calveth, continue firme nessa Caminhada e nesse exemplo de vida. O que falar de Maisa, Agatha, Daniel e Gabriel... Vocês são demais. Um grande abraço. Um privilégio te-los conhecido e fazer parte deste convivio. Oh glórias!!!

FAMILIA RAMAZZOTTI

FAMILIA RAMAZZOTTI
Meus amados irmãos e amigos em Cristo. Obrigado pelo temor que vocês tem por Deus. Que felicidade ve-los felizes por viverem em comunhão com o Espirito de Deus. Vivenciar as grandes coisas que Deus tem feito na vida de vocês, encheu-me alegria. Vocês sempre foram e serão eternamente amigos de Deus e da Familia Raineri também. Vocês fizeram parte desta nova fase de minha vida, novamente se mostraram verdadeiros amigos. A graça de Deus resplandece em vossas faces. A àlegria do Espirito, transfigura-se em vocês. A Paz de Cristo que excede todo entendimento repousa sobre vocês e isso é de Deus. Graça e paz seja com vocês hoje e sempre. Obrigado pelo livro, foi um presente de Deus e sei que vai me ensinar muito. Um grande abraço.

FAMILIA MENEGHINI

FAMILIA MENEGHINI
Sem palavras! A amizade e a intimidade que vocês tem com Deus é sobrenatural. Vendo numa dessas madrugadas a Regina aconselhando a Vânia, as duas falando do amor de Deus sobre a vida de nossos filhos, demais, demais. Rodrigo sem palavras, sua servidão, hospitalidade, zelo pela familia, amizade e o cuidado que você tem com os filhos, coisa linda de se ver hoje em dia. Parabéns! obrigado pelo amor e carinho que vocês tem por nós. Um grande beijo no coração de vocês.

FAMILIA GROSS

FAMILIA GROSS
Nos conhecemos a tão pouco tempo, mas a alegria de te-los em nossa linha do tempo já grande. A humildade, a sinceridade, o zelo, a Kisha... Valeu galera vocês são demais!

FAMILIA LEONEL

FAMILIA LEONEL
Familia abençoada. Passamos por momentos dificeis, pessoas caluniaram, apontaram, mas a amizede ainda é verdadeira. Deus abençoe hoje e sempre. A ultima palavra quem dá ainda é Deus. Beijo no coração de vocês. Obrigado pela amizade.

FAMILIA IGNÁCIO

FAMILIA IGNÁCIO
Pr. Alexandre e Pra. Renata, bênção de Deus. Sem palavras. Homem e mulher de Deus que se derramam para pastorearem o rebanho ao qual Deus colocou sob vossas responsabilidades. Poá jamais será a mesma. Deus abençoe hoje e sempre.

FAMILIA PAULINHO E NEUSA

FAMILIA PAULINHO E NEUSA
Meus amados irmãos em Cristo. Que Deus continue abençoando o casamento de vocês. Que o louvor seja sempre exaltado pelos vossos lábios. E que o Ministério de louvor infantil continue prosperando com a dedicação de vocês. Um grande abraço.

FAMILIA SUELI PAULA

FAMILIA SUELI PAULA
Minha amada irmã em Cristo. Deus lhe abençoou com sua voz. O louvor exaltado por seus lábios gera salvação. Deus inclina seus olhos para terra, quando você está ministrando o louvor. Grato sou a Ele pela sua vida. E continue perseverando, e seu sonho se realizará, para honra e glória do nosso Deus. Um grande abraço.

FAMILIA ICC SÓ JESUS SALVA

FAMILIA ICC SÓ JESUS SALVA
Sem palavras Pr. Charles Daniel e Missionária Renata Santos. Vocês são sal da terra e luz do mundo. Que Deus continue abençoando vossas vidas, casamento e ministério. Tamojunto rumo a eternidade. Abraços.

FAMILIA ASSEMBLEIA DE DEUS PRA. WALDECY

FAMILIA ASSEMBLEIA DE DEUS PRA. WALDECY

FAMILIA JILENO E MARILDA

FAMILIA JILENO E MARILDA
Eita Deus tremendo. Familia abençoada abençoada e amada por Deus. Uma decisão um casamento, duas decisões, dois casamentos. Deus abriu os céus e vocês tomaram posse da vitória. É uma honra e um privilégio ser padrinhos de Pai e Mãe, e filho e filha. Coisa linda. Somos uma grande familia. Deus abençoe hoje e sempre. Amamos vocês.

FAMILIA SOUZA

FAMILIA SOUZA
Homem de Deus. Um discipulador fora do comum, Homem que me ensinou o que humildade no ouvir e sabedoria no falar. Sem palavras. Familia linda e sábia. Verde sempre verde. Deus abençoe hoje e sempre.

FABINHO E CAROL

FABINHO E CAROL
Que Deus continue abençoando e fazendo prosperar esse relacionamento até a grande data. Amamos vocês, continuem firmes ainda mais agora unidos espiritualmente. Beijo no coração. Família Raineri.

FAMILIA ALDO E VERA

FAMILIA ALDO E VERA
Meu amado a queda faz parte da vida de todos nós. Mas o levantar vem de Deus. Que alegria ver essa familia feliz outra vez. Não perca a fé, é isso ai, continue perseverando. Porque o milagre de Deus na sua vida já é notorio no olhar feliz de vocês. Que Deus na sua magnitude, continue abençoando a vida de vocês.

FAMILIA MARCELINO E MARISA

FAMILIA MARCELINO E MARISA
Trinta anos de superação e desafios da vida a dois. Onde Deus tem suprido e transformado cada adversidade. Glórias a Deus pela vida de vocês e que Ele continue abençoando o relacionamento de vocês.

FAMILIA EDSON LUIS E ROSANA

FAMILIA EDSON LUIS E ROSANA
Meu amado amigo e irmão em Cristo. Que alegria poder participar do crescimento de vocês. Que Deus continue derramando sobre vocês uma chuva eterna de bençãos. Amamos muito vocês. Que a conquista da casa no Litoral, seja para honra e glória de Deus. Que esse instrumento sirva para salvar muitas almas para Jesus. Um grande abraço.

FAMILIA EDJÂNIO E GRAÇA

FAMILIA EDJÂNIO E GRAÇA
Meus amados amigos, em setembro de 2008, vocês também foram agentes transformadores nas mãos de Deus em minha vida. Deus os usou para levar-me até a casa de vocês, na época na Cohab Juscelino, e quando mostraram-me o DVD do Irmão Lázaro em meio a um excelente almoço, as lagrimas caíram e Deus mais uma vez constrangeu meu coração com o seu imenso amor e sua imensa misericórdia. Amor esse, que também foi representado pela verdadeira amizade de vocês. Que Deus continue abençoando a vida de vocês.

FAMILIA WANDO E ODETE

FAMILIA WANDO E ODETE
Meu amado, que Deus continue abençoando a sua família. É uma alegria para nós vê-los com o coração de querer buscar agradar a Deus. Não deixe nada e nem ninguém roubar a fé de vocês, continuem perseverando, Deus ama muito vocês. No tempo favorável Deus irá atender todos os vossos anseios.

FAMILIA PEDRO E GISELE

FAMILIA PEDRO E GISELE
Meus amados, é uma alegria estarmos nos conhecendo melhor. Que Deus continue abençoando grandemente a familia de vocês. Um grande abraço.

FAMILIA JULIO E PITA

FAMILIA JULIO E PITA
Pita, minha amada irmã em Cristo. A CUT foi muito importante para minha vida profissional. E você de um simples digitador, fez-me coordenador de cinco equipes de digitação. Obrigado pela confiança, pela mansidão em ensinar, pela virtude da vida. Jamais esquecerei daquele final de ano que fomos para o sitio. Toda familia da Igreja + a Familia Campanha, foi demais. Todos os irmãos que me encontram, dizem que foi o melhor final de ano que passaram em suas vidas, eu posso dizer o mesmo. Que nosso amado Deus, continue abençoando a vossa vida, seu casamento e sua familia.

FAMILIA FAUSTO

FAMILIA FAUSTO
Meu amado irmão em Cristo. Você foi um dos pilares em minha amizade com Deus no inicio de minha caminhada cristã. Você ensinou-me a ter dominio próprio. Ensinou-me a esperar em Deus. Abriu o meu entendimento para uma comunhão afetiva com Deus. Deus continue abençoando você e a sua familia. Quando vinte dois irmãos denegriam a minha imagem e tentavam enterrar a minha fé, você foi o unico que me apoiou e enxergou a verdade na minha vida. E Deus foi exaltado naquela época com todos irmão vindo cabisbaixo pedir o perdão. Você teve visão pela minha vida e em nenhum momento deixou se levar pelo meu passado, morto e enterrado. Obrigado varão, você é um verdadeiro homem de Deus. E a sua atitude jamais será esquecida. Um grande abraço.

FAMILIA RAFA E JOSI

FAMILIA RAFA E JOSI
Meu amado irmão, vocês são bençãos de Deus em nossa Familia. É uma alegria tê-los como amigos. É nitido ver a transformação de vocês diariamente. E sabemos que Deus está contemplando o chamado Dele em suas vidas. Foi tremendo ver o poder de Deus no Casamento de vocês que se realizou neste ultimo dia 07/07/11. Que Deus continue abençoando a vida de vocês. Contem sempre conosco, um grande abraço. Mais um casamento realizado para glória de nosso Deus.

FAMILIA JAILSON E NOELLE

FAMILIA JAILSON E NOELLE
Meus amados irmãos em Cristo. Que Deus abençoe ricamente a vida de vocês. Que uma chuva de bençãos não pare de cair sobre a familia que vocês irão formar. E que o nome de Deus seja sempre glorificado pelo testemunho de vocês.

FAMILIA LUCIANO E SÔNIA

FAMILIA LUCIANO E SÔNIA
Meus amados, irmãos. Vocês são amados do Senhor. Que alegria termos a oportunidade de conhece-los. Que nossa amizade possa prosperar até o arrebatamento da Igreja. Deus abençoe a vida de vocês. Um forte abraço.

FAMILIA LIDIO E CELI

FAMILIA LIDIO E CELI
Uma familia feliz. É o que vemos nesta foto. Que alegria meu irmão sentir a sua felicidade. Lembro dos tempos de oração, os bate-papo na sua casa. E na época que eram apenas voce e a Celi. Deus é incrivel e hoje vemos esta incrivel familia. Um forte abraço meu irmão.

FAMILIA FABIO TAVARES E LILIAN

FAMILIA FABIO TAVARES E LILIAN
Tenho certeza que Deus se alegra e muito cada vez que Ele usa os vossos lábios e vossas cordas vocais para proclamarem todo louvor e adoração a qual somente Deus é digno de receber. Vocês são levitas do Senhor numa época onde muitos já perderam a fé. Mas Deus através do louvor, tem restaurado vidas e transformado relacionamentos, e vocês tem sido agentes de Deus usado para o bem daqueles que ouvem vocês. Obrigado amados irmãos. Que Deus continue abençoando e derrando sobre vocês toda a unção do Espirito para continuarem a frente deste Ministério.

FAMILIA ANTONIO E ELI

FAMILIA ANTONIO E ELI
Meus queridos irmãos em Cristo. Que Deus continue fazendo prosperar o casamento de vocês. E que Ele atue em vossas adversidades sempre. Um grande abraço.

FAMILIA LUCIANO E GREACE

FAMILIA LUCIANO E GREACE
Meus queridos, que bom testificar o amor de Deus sobre a vida de vocês. A responsabilidade, a dedicação, a fidelidade, e a lealdade ao Senhor, são marcas que vocês exalam por onde passam. Obrigado pelo amor de vocês por Deus. Continuem nessa Caminhada com Jesus. Um grande abraço.