terça-feira, 26 de março de 2013

VALOR DO EVANGELHO AOS PERDIDOS


VALORES DA VISÃO:

- Relacionamento com Deus
- Relacionamento com a família
- Relacionamento com irmãos
- Relacionamento com os não cristãos

1 Timóteo 2.4 - O que temos feito?- 4 que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade

TEXTO BASE Isaias 61.1-4 - O ano do favor do Senhor

1 O Espírito do Soberano Senhor está sobre mim porque o Senhor ungiu-me para levar boas notícias aos pobres. Enviou-me para cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros, 2 para proclamar o ano da bondade do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; para consolar todos os que andam tristes, 3 e dar a todos os que choram em Sião uma bela coroa em vez de cinzas, o óleo da alegria em vez de pranto, e um manto de louvor em vez de espírito deprimido. Eles serão chamados carvalhos de justiça, plantio do Senhor, para manifestação da sua glória. 4 Eles reconstruirão as velhas ruínas e restaurarão os antigos escombros; renovarão as cidades arruinadas que têm sido devastadas de geração em geração

Pregar o evangelho, curar os feridos na alma, libertar os oprimidos do diabo, anunciar a chagada do Reino de Deus

- Muitas pessoas dizem que foram batizadas no Espírito Santo, e acham que falar em línguas é mais importante do que tudo, pois acham que esta é a única e exclusiva marca deste batismo ou desta unção, talvez uma das coisas mais importantes após esta unção de Deus é realizar um dos maiores exemplo de Jesus que é Pregar a Palavra para os “doentes”, mas não saímos para pregar muitas vezes, a unção de Deus não e somente para nosso bem estar, mas sim para ser passado para outros.

- Temos que entender que temos o privilegio que ate os anjos queriam ter, que é evangelizar, falar da Palavra para as pessoas, falar da Graça que Deus nos concedeu.

Regeneração completa de acordo com Isaias 61: tristeza, espírito angustiado, choro e cinzas

- Ver 2 e 3: consolo, vestes de louvor, óleo de alegria e coroa de gloria
- Ver 3 discipulado é a arvore da justiça

Resultado: a sociedade toda impactada e restaurada de acordo com o ver 4

APLICACOES PRATICAS

Na vida de Jesus: Lc4.14-21 - 14 Jesus voltou para a Galiléia no poder do Espírito, e por toda aquela região se espalhou a sua fama.15 Ensinava nas sinagogas, e todos o elogiavam. 16 Ele foi a Nazaré, onde havia sido criado, e no dia de sábado entrou na sinagoga, como era seu costume. E levantou-se para ler. 17 Foi-lhe entregue o livro do profeta Isaías. Abriu-o e encontrou o lugar onde está escrito: [Is 61:1]; 18 "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos Is 61:1; Mt 11:5; Is 42:7; Is 61:1-2 19 e proclamar o ano da graça do Senhor". 20 Então ele fechou o livro, devolveu-o ao assistente e assentou-se. Na sinagoga todos tinham os olhos fitos nele; 21 e ele começou a dizer-lhes: "Hoje se cumpriu a Escritura que vocês acabaram de ouvir".

Na vida dos discípulos: Lc10.1-10, 17-19 - 1 Depois disso o Senhor designou outros setenta e dois e os enviou dois a dois, adiante dele, a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir. 2 E lhes disse: "A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Portanto, peçam ao Senhor da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita. 3 Vão! Eu os estou enviando como cordeiros entre lobos4 Não levem bolsa nem saco de viagem nem sandálias; e não saúdem ninguém pelo caminho5 "Quando entrarem numa casa, digam primeiro: ‘Paz a esta casa’. 6 Se houver ali um homem de paz, a paz de vocês repousará sobre ele; se não, ela voltará para vocês. 7 Fiquem naquela casa, e comam e bebam o que lhes derem, pois o trabalhador merece o seu salário. Não fiquem mudando de casa em casa. 8 "Quando entrarem numa cidade e forem bem recebidos, comam o que for posto diante de vocês. 9 Curem os doentes que ali houver e digam-lhes: ‘O Reino de Deus está próximo de vocês’10 Mas quando entrarem numa cidade e não forem bem recebidos, saiam por suas ruas e digam

Lc 10.21 Jesus exultou estes grandes feitos na vida das pessoas - 21 Naquela hora Jesus, exultando no Espírito Santo, disse: "Eu te louvo, Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas dos sábios e cultos e as revelaste aos pequeninos. Sim, Pai, pois assim foi do teu agrado.

Em nossas vidas: Mc16.15-18 - 15 E disse-lhes: "Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas. 16 Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. 17 Estes sinais acompanharão os que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas 18 pegarão em serpentes; e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum; imporão as mãos sobre os doentes, e estes ficarão curados"
Lc24.26-4726 Não devia o Cristo sofrer estas coisas, para entrar na sua glória? "27 E começando por Moisés e todos os profetas, explicou-lhes o que constava a respeito dele em todas as Escrituras 28 Ao se aproximarem do povoado para o qual estavam indo, Jesus fez como quem ia mais adiante. 29 Mas eles insistiram muito com ele: "Fique conosco, pois a noite já vem; o dia já está quase findando". Então, ele entrou para ficar com eles. Gn 19:3; At 16:15; Hb 13:2; 30 Quando estava à mesa com eles, tomou o pão, deu graças, partiu-o e o deu a eles. 31 Então os olhos deles foram abertos e o reconheceram, e ele desapareceu da vista deles. 32 Perguntaram-se um ao outro: "Não estavam ardendo os nossos corações dentro de nós, enquanto ele nos falava no caminho e nos expunha as Escrituras? " 33 Levantaram-se e voltaram imediatamente para Jesuralém. Ali encontraram os Onze e os que estavam com eles reunidos, 34 que diziam: "É verdade! O Senhor ressuscitou e apareceu a Simão! " 1Co 15:5; [At 10:40]; 35 Então os dois contaram o que tinha acontecido no caminho, e como Jesus fora reconhecido por eles quando partia o pão. Jesus aparece aos discípulos 36 Enquanto falavam sobre isso, o próprio Jesus apresentou-se entre eles e lhes disse: "Paz seja com vocês! " Mc 16:14; Jo 20:19; 1Co 15:5; [Mt 18:20]; [Lc 24:15]; 37 Eles ficaram assustados e com medo, pensando que estavam vendo um espírito. 38 Ele lhes disse: "Por que vocês estão perturbados e por que se levantam dúvidas em seus corações? 39 Vejam as minhas mãos e os meus pés. Sou eu mesmo! Toquem-me e vejam; um espírito não tem carne nem ossos, como vocês estão vendo que eu tenho". [1Jo 1:1]; 40 Tendo dito isso, mostrou-lhes as mãos e os pés. 41 E por não crerem ainda, tão cheios estavam de alegria e de espanto, ele lhes perguntou: "Vocês têm aqui algo para comer? " Jo 21:10; 42 Deram-lhe um pedaço de peixe assado, 43 e ele o comeu na presença deles.
44 E disse-lhes: "Foi isso que eu lhes falei enquanto ainda estava com vocês: Era necessário que se cumprisse tudo o que a meu respeito estava escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos". Lc 24:6; Mt 16:21; Mt 17:22; Mt 20:18; Mc 8:31; Mc 9:31; Mc 10:33; Lc 9:22; Lc 18:31; 45 Então lhes abriu o entendimento, para que pudessem compreender as Escrituras. [At 8:35]; [1Jo 5:20]; 46 E lhes disse: "Está escrito que o Cristo haveria de sofrer e ressuscitar dos mortos no terceiro dia, Sl 22:6; At 17:3; 47 e que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém

Mateus 28.18-20 - 18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: "Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. 19 Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, 20 ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos"

As pessoas que ganharmos para Deus será uma pessoa usada por Deus para ganhar outros Isaias 61.4.

Condição chave para receber a unção de Deus e seu poder.
Lc 24.49 - 49 Eu lhes envio a promessa de meu Pai; mas fiquem na cidade até serem revestidos do poder do alto"

At 1.8 – 8 Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra"

- Condição chave para receber a unção de Deus e seu poder é a comunhão e a perseverança.

Item importante: não comecem sem ter sido batizado no Espírito ou sem ter a unção, esperem como Jesus disse.

São Paulo, 24 de março de 2013

Pr Antunes
(Comunidade da Graça – Sede)
FONTE: Enviado por email by Kendi Nagamuta

segunda-feira, 25 de março de 2013

FÉ SALVADORA


E, naquele dia, sendo já tarde, disse-lhes: Passemos para o outro lado. E eles, deixando a multidão, o levaram consigo, assim como estava, no barco; e havia também com ele outros barquinhos. E levantou-se grande temporal de vento, e subiam as ondas por cima do barco, de maneira que já se enchia. E ele estava na popa, dormindo sobre uma almofada, e despertaram-no, dizendo-lhe: Mestre, não se te dá que pereçamos? E ele, despertando, repreendeu o vento, e disse ao mar: Cala-te, aquieta-te. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. E disse-lhes: Por que sois tão tímidos? Ainda não tendes fé? E sentiram um grande temor, e diziam uns aos outros: Mas quem é este, que até o vento e o mar lhe obedecem? (Marcos 4:35-41)

INTRODUÇÃO

Dos inúmeros dons com que Deus nos abençoou, o maior é muitas vezes esquecido, é algo que Jesus falou muito. Algo que nós usamos todos os dias. Esse grande dom é a fé, e para alcançá-la, devemos entender o que realmente significa confiar em Deus.

I. TRÊS TIPOS DE FÉ

A) Fé Intelectual (Fé Natural) - Crer que algo é verdadeiro, sem prova ou compromisso. Por exemplo, uma pessoa pode intelectualmente acreditar que Jesus era uma pessoa real que fez milagres, mas não aceitar o fato de que Ele era Deus no Homem.
B) A fé em Deus - Crer na existência de Deus e Suas habilidades. Uma pessoa com esse tipo de fé possui uma convicção confiante de que Deus vai cumprir o que prometeu.
C) A fé salvadora - Crer em Jesus Cristo, o Filho de Deus, uma pessoa viva, para o perdão dos pecados e confiar n'Ele porque Ele oferece a vida eterna com Deus. Não basta simplesmente crer nas ações de Jesus Cristo, ou na capacidade de Deus. A verdadeira fé salvadora é mais do que isso, é um relacionamento pessoal com o Salvador.

II. ENTENDENDO O QUE É FÉ VERDADEIRA, Por exemplo:

A. Quando seus discípulos estavam preocupados com o pão, Jesus lembrou-lhes como Ele alimentou milhares de pessoas com apenas um punhado de peixes e pães (Mateus 16:7-11).
B. Quando os discípulos não puderam expulsar os demônios, porque sua fé era pequena, Jesus explicou como a fé do tamanho de um grão de mostarda pode mover montanhas (Mateus 17:14-21).

III. OPOSIÇÃO E A MANIFESTAÇÃO DA FÉ

É por isso que Jesus ao ensinar os discípulos, Ele expressava que a fé era sua prioridade. Ele sabia que para eles serem eficazes como testemunhas e servidores, eles tinham que ter fé absoluta em suas promessas e no poder do Espírito Santo.

IV. CLASSIFICAÇÃO DA FÉ

Os discípulos eram humanos, e sua fé passou por um processo de desenvolvimento.

A. Sem fé - Faltou-lhes que durante a tempestade no mar (Marcos 4:40).
B. Pequena fé - Eles estavam ansiosos sobre muitas coisas, nem sempre confiando que Deus proveria (Mt 6:30).

C. Uma grande fé - Um centurião em Cafarnaum aproximou de Jesus e disse que sua palavra seria suficiente para curar o servo morrendo. Jesus disse aos discípulos:"Em verdade, vos afirmo, que nem mesmo em Israel achei fé como esta" (Mateus 8:10). Eles deveriam aprender com o exemplo deste homem.

D. Fé falha - Pedro experimentou isso quando ele negou a Cristo três vezes (Lucas 22:31-32). Esses momentos são inevitáveis ​​em nossas vidas, no entanto, Deus usa-os para fortalecer a nossa fé e para ensinar aos outros.

V. DIFERENTES GRAUS DE FÉ

Nós respondemos ao Pai com base nesse valor. Se tivermos uma grande fé, Ele pode confiar em nós com grandes desafios e fazer coisas incríveis através de nós.

A. Nossa fé cresce à medida que estudamos a Palavra, e ouvimos a Sua orientação através das Escrituras.

B. Ela também é fortalecida quando enfrentamos e superamos dificuldades. Deus usa as provas para o nosso bem e para nos fazer servos mais capazes.

VI. UMA FÉ SALVADORA É FUNDAMENTAL

Pois determina o nosso destino eterno. Muitas pessoas estão enganadas. Elas acham que porque vão à igreja, são batizados e dizimam regularmente, eles são salvos. Eles conhecem Jesus intelectualmente, mas eles não têm um relacionamento com ele.

A. Uma pessoa que tem a fé salvadora, tanto conhece a verdade da Escritura como a pratica (Romamos 1:32).

B. Até mesmo o diabo e os demônios tem fé intelectual. Ambos creem e tremem (Tiago 2:18-20).

C. Jesus é tratado como "Senhor" 185 vezes nos evangelhos. Isto é importante notar, porque mostra que os discípulos reconheceram seu senhorio. Esta verdade é o fundamento da nossa fé, o alicerce sobre o qual tudo mais é construído.

D. Aqueles que creem também deve expressar arrependimento pelo pecado se realmente reconhece Jesus como nosso Salvador (Lucas 24:45-48, Atos 2:36-38). O arrependimento e a fé caminham lado a lado.

CONCLUSÃO

A fé salvadora em Jesus Cristo significa aceitá-Lo como o Filho de Deus, o único sacrifício que pode expiar nossos pecados. Como resultado, desejamos arrepender-se e entregar todos os aspectos de nossas vidas a ele. Ele então nos transformar e nos conformar à Sua imagem. A medida que andamos com Deus, mais Ele vai abençoar cada um de nós com segurança perfeita em relação à nossa salvação e nossa relação com ele.
Deus abençoe.
Pr. Aldenir Araújo

domingo, 24 de março de 2013

VOLTANDO PARA DEUS


Você já sentiu uma terrível solidão? Tenta se aproximar de Deus mas não consegue? Você pode até estar se perguntando: Como posso fazer de Deus o centro da minha vida, do meu coração? 

A solidão é companheira de todos quantos não colocam a Deus como o centro de sua vida. Muitos estão insatisfeitos, frustrados, desiludidos, e não encontram uma saída. E esta frustração é decorrente do pecado. O pecado criou uma barreira. Uma inimizade no coração humano. Essa inimizade é totalmente contra os princípios do Reino do Céu, a ponto de criar até uma revolta, e por isso a pessoa acaba ignorando a Deus e vivendo sem Ele. Em Efésios capítulo 2:12, a Bíblia descreve a infelicidade que existe no coração das pessoas que vivem separadas de Deus dizendo: “ Estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.”

É realmente uma condição muito triste. Falando de maneira bem simples, viver sem Deus é como não viver, porque Deus é a fonte de vida. Na Bíblia encontramos o que o apóstolo Tiago descreve sobre a condição natural do ser humano: “Infiéis, não compreendeis que a amizade do mundo é inimiga de Deus? Aquele, pois, que quiser ser amigo do mundo, constitui-se inimigo de Deus.” Tiago 4:4

A maior necessidade do ser humano é encontrar o caminho de volta para Deus. A humanidade busca a tão sonhada paz e tranquilidade. Mas só as encontrarão se estiverem no abrigo do Senhor, o Criador. Ao saber por nós mesmos que estamos em paz com o céu, é que entramos em harmonia com os princípios da justiça. Só assim poderemos ser felizes, tendo a paz verdadeira na mente e na alma. A salvação começa quando nos aproximamos de Cristo e fazemos dele o nosso Salvador e nosso Senhor. Sendo que Jesus disse que o que vai a Ele, Ele nunca lançará fora, ir a Jesus não é apenas o princípio da salvação, mas é a própria salvação. 

Sabemos que Deus está chamando o mundo de volta a Ele. Esta é a própria essência da Bíblia Sagrada. Até pelo número de vezes em que o amor de Deus está convidando, você pode perceber como é importante irmos na direção de Deus. Podemos até dizer que as Escrituras Sagradas foram escritas justamente porque Deus deseja ver-nos de volta. Quer ver-nos restaurados à perfeição original e a felicidade que existia antes da entrada do pecado.

O Senhor Jesus contou a história de como um moço voltou para os braços do Pai. Ele ficou conhecido como o filho pródigo. Antes de o Senhor contar essa história, alguns sacerdotes e teólogos da época criticaram o Senhor porque comia com os pecadores e essas pessoas eram consideradas de classe baixa pôr eles. Mas Sua resposta foi: “Eu vos afirmo que há júbilo diante dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.” Lucas 15:10. Assim amigo, se você deseja voltar para Deus, se nunca sentiu a paz real, ou se deseja voltar a ter paz, lembre-se que Ele o chama. Não espere ser bom para depois voltar para Deus. Venha a Ele como está. Se nós permitirmos, Ele Se encarregará de arrumar a nossa vida. A promessa de Deus é que Ele próprio nos dará um novo coração. Seremos novas criaturas. Devemos ir a Ele como estamos. Ele nos diz: “Vinde a Mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e Eu vos aliviarei.” Mateus 11:28 

Mesmo que estejamos sem fé, sem condições, desesperados, rebeldes e sem vontade, se quisermos ouvir, poderemos nos voltar para Ele: Deus nos chama “Voltai, ó filhos rebeldes, eu curarei as vossas rebeliões.” Jeremias 3:22 Mesmo que a pessoa não queira voltar, mas gostaria de querer, poderá voltar, porque Deus a ajudará para que isso aconteça. O Espírito Santo sempre vai orientar a pessoa como chegar a Deus, e tudo o que for necessário o Senhor proverá: “E Eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a Mim mesmo.” João 12:32. Querido ouvinte, se você abandonou os caminhos de Deus, venha porque Ele está chamando você. Se fez coisas erradas, se desperdiçou oportunidades, se foi ingrato...ou se nunca sentiu o desejo de voltar-se para Deus, venha agora meu filho!

“Hoje se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações. ” Hebreus 4:7 Talvez você esteja se perguntando: como posso ser salvo? É simples voltando-se para Deus que é rico em perdoar. Não importa onde tenha andado, volte-se agora para Deus, e o Senhor o abraçará.

Que o infinito braço do amor de Deus circunde a você neste momento.
Pr. Marcelo Augusto de Carvalho

FONTE: www.4tons.com/

sábado, 23 de março de 2013

O PODER DA GRAÇA DE DEUS!!!

O pastor Russel D. Moore, líder da Highview Baptist Church (Igreja Batista Visão do Alto, em tradução livre do inglês), escreveu um artigo em seu site sobre a transformação que a Graça de Deus proporciona às pessoas e relatou uma conversa que teve com o famoso teólogo Carl F. H. Henry, um de seus mentores, sobre otimismo a respeito do futuro da igreja cristã...

Sempre que começo a me sentir desencorajado a respeito do futuro da igreja, me lembro de uma conversa que tive, alguns anos atrás, com o teólogo evangélico Carl F. H. Henry, no que acabaria sendo a sua última visita ao Southern Seminary antes de sua morte. Muitos de nós estávamos lamentando o estado lamentável da igreja em relação ao descompromisso teológico, a pregação vazia, a falta de discipulado. Perguntamos ao Dr. Henry se ele via alguma esperança nas próximas gerações de evangélicos. Nunca me esquecerei de sua resposta.

“Por que você fala como se o cristianismo fosse genético?”, disse. “É claro que há esperança para a próxima geração de evangélicos. Mas os líderes da próxima geração talvez não venham do contexto evangélico atual. Provavelmente, ainda são pagãos”. “Quem diria que Saulo de Tarso seria o maior dos apóstolos entre os gentios?”, nos perguntou. “Quem diria que Deus levantaria um C. S. Lewis, um Charles Colson? Eles eram incrédulos que, uma vez salvos pela graça de Deus, foram grandes guerreiros da fé”. E, claro, o mesmo princípio se aplicava ao próprio Henry. Quem diria que Deus levantaria um jornaleiro vindo de uma família Luterana não-praticante para defender as Escrituras por gerações de evangélicos conservadores? O próximo Jonathan Edwards pode ser o homem dirigindo na sua frente, com um adesivo do peixe de Darwin colado no carro. O próximo Charles Wesley pode ser um artista de hip-hop misógino e de boca suja agora. O próximo Billy Graham talvez esteja desmaiado de tanto beber em alguma festa de faculdade. O próximo Charles Spurgeon pode estar, nesse momento, produzindo cartazes de alguma marcha do orgulho gay. A próxima Madre Teresa pode estar administrando uma clínica de aborto nesse instante.

Mas o Espírito de Deus pode mudar tudo isso. E parece ter prazer em fazê-lo. O novo nascimento não simplesmente transforma vidas, criando arrependimento e fé; também provê novos líderes para a igreja, e cumpre a promessa de Jesus de dar a igreja tudo que ela precisasse para prosseguir sua marcha, no espaço e no tempo (Efésios 4.8-16). Afinal de contas, enquanto Filipe levava o eunuco etíope a Cristo, Saulo de Tarso ainda era um assassino. Grande parte da igreja, em qualquer geração, surge por meio do discipulado lento e paciente da próxima geração. Mas para nos impedir de pensar que o cristianismo é evolucionário e “natural” (ou, para usar o termo do Dr. Henry, “genético”), Jesus choca sua igreja ao usar líderes que parecem surgir como um Big Bang, do nada.

Sempre que sou tentado a me desesperar por conta do estado da igreja americana, sou lembrado que Jesus nunca prometeu o triunfo da igreja americana; ele prometeu o triunfo da igreja. Grande parte da igreja, no céu ou na terra, não é americana. Talvez a esperança para as igrejas americanas esteja, nesse exato momento, na Nigéria, no Laos ou na Indonésia.
Jesus será Rei, e sua igreja florescerá. E ele o fará acontecer da forma como quiser, ao exaltar os humildes e humilhando os exaltados, ao transformar covardes, ladrões e assassinos nas pedras de fundação da Nova Cidade.

Então relaxe. E seja gentil com o ateu dirigindo na sua frente; aquele mesmo que acabou de te fazer um gesto obsceno. Pode ser que ele venha a evangelizar os seus netos.


FONTE: Enviado por e-mail por nossa irmã em Cristo Sirlene Mendonça em 08/01/12.

quinta-feira, 21 de março de 2013

A CORAGEM DE UM PAPA


À esta altura, não temos mais papa. Saiu fugindo? De jeito nenhum! Em última crônica escrevi que admirava o teólogo, mas não o papa. 
Hoje se ameniza minha negativa, desfaz-se tornando-se em admiração. Em sua honestidade cai a ambiguidade entre Bento XVI e Ratzinger. Foi-lhe tarefa extremamente pesada. Quando escolhido como papa, topou, consta que não queria. 
Santos acreditam que Deus nos impõe fardos ao porte dos ombros, como dizia o teólogo Adoniram Barbosa: Deus nos dá o frio conforme o cobertor. Não é bem assim. 
Uma boa vontade tem que sempre se fundamentar em uma fé discernida. Coragem de ser e de aceitar, alicerça-se em humildade e na inadvertida confiança de Deus dos que lhe dizem: vai lá José, se necessário Deus segura as pontas. Bento XVI fez possível, seguramente o papa mais culto da história dos papas. Não basta ser culto para ser papa. Erro que o escolheram. 
Jesus definiu a primordial missão de Pedro: fortalece a fé de seus irmãos Lucas 22,32 , não necessariamente esclarecer as mentes, mas firmar seus corações. Missão de pai não é ensinar, quem educa são todos os homens na mediação do mundo. Dever de pai e acolher os filhos, a auscultar a voz dos tristes, fracos, doentes, desviados. Essa é a voz do Espírito de Deus que sopra e anima a família da Igreja. Por isso, louvo e amo a coragem de um papa que dá lugar a outro, mais forte que ele para topar a pegar o último lugar da Igreja, sem palavras e de figuras, na urgente tarefa de transformar radicalmente a face da Igreja.
Sem dúvida, hoje a Igreja singra em águas tumultuosas – na expressão dele, parece que faz água a barca de Pedro, no fundo Jesus dormindo sem sonhos e pesadelos, tranquilo. Dorme e vela, mistérios, enquanto homens trabalham e lutam que navegar é preciso, à coragem dos homens da Igreja. 
Ratzinger teve medo, sim. Inteligente e culto, desmoronou-se, pequeno diante dos problemas da Igreja que hoje estouram aqui e lá, mar de lama a passar nos subterrâneos do Vaticano. Entristece-se o coração de um pai, pobre, fraco. Fico triste especialmente diante de noticias sobre padres, bispos, cardeal a garantir a geral lei da fraqueza humana: padre é um homem, fraco! Claro, todo homem gosta de mulher, inscreve-se em sua vocação desde os tempos da criação. Quando falta mulher a que se renunciou, vale tudo? Vale refugiando-se em álibi na fraqueza humana? Não é do homem, muito menos do padre, a fraqueza da desordem em sexo. 
O celibato não pode enxovalhar a santidade do casamento. Minha pessoal experiência garante: como padre, guardei a inteira castidade de um homem total. Quis todas as mulheres do mundo e a todas renunciei. Ao casar, entreguei-me a uma, renunciando a todas as demais. Fico triste e muito, mas não cai um fiapo de minha fé pela Igreja de Jesus. 
Que é a Igreja, o Vaticano? Não! Infelizmente é a casa do papa. Está na hora de sair dela e fechar o museu, lindo e funesto tempo em que os papas eram reis, donos do mundo quando prevaricavam padres, cardeais, até mesmo alguns papas gerando bastardos. Passou-se esse tempo, graças a Deus. Amo todos os papas que conheci, a meu ver, santos a curtir pobreza e continência aprisionados no Vaticano. Está na hora de se limpar os entulhos do passado que desfiguram a Igreja de Deus. O Vaticano não é o chão da Igreja. Jesus a destruir o templo de Jerusalém não pela força e pelo poder que nunca teve, assolou todas as tentações de poderio: meu reino não é deste mundo. Triste reino de Deus, o Vaticano que sedia o servo dos servos cercado de luxo e de tesouros. O pobre dinheiro da comunidade de Jesus era guardado pelo cardeal Judas para comprar comidas, naquele tempo já alguém roubava sua parte, na cara de Jesus. Impassível.
Imensa a tarefa do novo papa a transformar a Igreja de Jesus. Sozinho, no peito e na raça, não vai conseguir nada. A ele congraçar e animar os corações que amam a Igreja a que se faça a luz. O site croire.com escreveu em editorial no dia em que o papa saiu: “ imensas dificuldades da carga que incumbe o papa emérito, ele continuará a suportar na oração”. Pedindo o quê? Que corações se convertem? Pedir a Jesus que se acorde dormindo no fundo da barca a serenar tempestades? Longe de medo e tristes, guardemos a misteriosa certeza de Jesus: tenhais a paz (...). eu venci o mundo João 16,33.
Novo dia para a Igreja: tão longa a esperança, tão curta a vida.
Autor:  Augusto Chiavegato.
FONTE: Enviado por email by Adriano Chiavegato.

quarta-feira, 20 de março de 2013

ÚLTIMOS MINUTOS DA HISTÓRIA

Pr Mark Finley
"O Fim começará bem discretamente, com apenas uma nuvem do tamanho da mão humana, aparecendo no céu, vindo da direção do Órion. Ocorrerá muita comoção na Terra. De fato, todas as nações serão sacudidas pelas pragas devastadoras e pelos conflitos mortais. Os últimos momentos da história da Terra, porém, realmente começarão com uma nuvem pequena. A primeira coisa que os seres humanos sentirão, será apenas curiosidade.

Alguém, num navio, em alto mar, examinando o horizonte, notará algo: "O que há de estranho com aquela nuvem? Ela parece mais densa e brilhante do que as outras lá no céu." Alguém procurando um lugar para aterrissar, verá a nuvem. Outra pessoa, apenas olhando para o céu, num devaneio, também a verá. A princípio, eles ficarão somente curiosos: "O que há com aquela nuvem estranha?" Mas, de repente, seus olhos se assustarão! A nuvem parece mover-se! Está aumentando. Parece estar dirigindo-se ao planeta Terra. Em pouco tempo, mais e mais pessoas estão olhando para o céu. Elas estão apontando e estão extasiadas!

Agora é muito mais do que curiosidade o que sentem. É um pressentimento estranho. Sentem um frio na boca do estômago. As pessoas já viram muitos fenômenos estranhos antes na Terra. Elas sabem sobre as "Luzes do Norte", chuvas de meteoros e cometas brilhantes. Mas agora é diferente. Será um OVNI? Será alguma arma militar secreta?

O acontecimento se espalha como fogo. Uma jovem mãe que embala o seu bebê para dormir, atende um telefonema do seu marido, que está no escritório: "Você já ouviu? você já a viu?" diz ele. Ela corre até a janela da sala e observa. Sim, ela está lá! Ela abraça o seu filho com força, bem junto ao peito.

Um motorista de táxi aperta a buzina sem parar porque o trânsito tinha parado de repente. As pessoas saíam dos seus carros bem no meio da rua. Finalmente, o próprio motorista de táxi abre a porta e está a ponto de explodir com desaforos, quando ele vê todos apontando, e ele mesmo, olha para cima. Fica paralisado, boquiaberto.

Crianças na escola, no pátio, param as brincadeiras e ficam estarrecidas. Os trabalhadores nas construções repousam suas ferramentas e olham para o céu. Mais e mais pessoas correm para a rua, esvaziando restaurantes, teatros e "shoppings".
Esta nuvem continua aumentando e ficando mais brilhante e maior. As pessoas não conseguem desgrudar os olhos dela. O que é isto que todos vêem? Eles estão assistindo ao cumprimento da promessa que Jesus fez.

Jesus disse a todos os seus seguidores que, logo após a grande tribulação daqueles dias, tudo isto ocorrerá. Veja a própria descrição de Jesus para o final dos tempos: "Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens dos céu, com poder e grande glória." (Mateus 24:30)
Aquela nuvem no céu torna-se cada vez maior porque Jesus está retornando à Terra. Nesta ocasião Ele está retornando, não como um humilde carpinteiro, não como um mestre galileu, mas como o Rei dos Reis e Senhor dos senhores.

Aquela nuvem no céu torna-se cada vez mais brilhante porque desta vez Cristo está vindo com poder e grande glória. Desta vez, cada ser humano no planeta testemunhará Sua vinda. O apóstolo João nos assegura: "Eis que vem com as nuvens e todo olho o verá..." (Apocalipse 1:7)
Durante aqueles primeiros momentos, quando a nuvem se aproximar da Terra, mais e mais pessoas pararão o que estão fazendo; mais e mais pessoas erguerão os olhos; mais e mais pessoas serão paralisadas pela visão, até que toda a humanidade esteja olhando. Jesus disse que Sua volta será como um relâmpago que vem do este e brilha em todo o lugar nos céus até o oeste. Em outras palavras, circulará todo o globo.

Nós temos uma amostra de como será este evento quando algo como Olimpíadas acontece, ou a Copa do Mundo de futebol. Bilhões de pessoas sentam-se ansiosas em frente ao aparelho de TV enquanto os campeonatos se desenrolam, via satélite. É como se o mundo inteiro estivesse ligado num único sistema de comunicação.

Bem, a segunda vinda de Cristo é Deus vindo para que vivamos, através de Seu próprio sistema de satélite. Ele projeta a Si próprio em volta do mundo inteiro, e cada indivíduo encontra-se a olhar fixamente para os céus.

Primeiro havia apenas curiosidade. Depois, um pressentimento estranho. Mas, à medida que a nuvem se aproxima, as pessoas prendem a respiração, a pulsação aumenta. Olhando para este espetáculo nos céus, as pessoas começam a ver os anjos em volta das margens da nuvem. Dando voltas voando. Milhares deles, formando um contraste brilhante do branco contra o azul do céu. No centro deste redemoinho existe Alguém, tão brilhante que ofusca.

Nesse instante, um momento decisivo, apresenta-se para os moradores do Planeta Terra. Agora, que está claro que o próprio Deus em pessoa, está com o propósito de visitar-nos, a humanidade divide-se em dois grandes grupos. Até aquele momento, quase todos sentiam a mesma emoção, movidos pela curiosidade, com um pressentimento, chocados pelo reconhecimento. Mas, enquanto a glória deste Rei que retorna, se espalha por todo o mundo, alguns sentem uma alegria indescritível e outros, um inimaginável terror!

Alguns rostos, que estão fascinados por este brilho solar resplandecente nos céus, empalidecem; outros começam a tremer; os joelhos se dobram. Eles estão horrorizados porque, em instantes, sabem que passaram a vida fugindo daquela santa presença. Eles se desviaram dos Seus apelos. Eles O ignoraram de várias maneiras. E agora, perceberam que é muito tarde! É muito tarde para dizer: "Sim". É muito tarde para corresponder ao divino amor.

Em algum lugar, um jovem deixa cair a pasta e desmaia na calçada. Ele viveu toda a vida numa faixa de corrida. Ele conseguiu ganhar seu primeiro milhão de real antes dos trinta e cinco anos. Mas agora, ele que não investiu absolutamente nada na área vital que mais importa, ele que não dedicou a Deus nenhum tempo desde que abandonou a escola dominical, à medida que esta nuvem ofuscante desce do céu para a Terra, parece esmagar este jovem. Ele desmaia porque, de repente, descobre tudo o que ele vai perder e é muito para suportar.

Muitos receberão o aparecimento de Jesus em toda a Sua majestade como uma surpresa terrível. Eles começarão a correr, de um lado para o outro como loucos, tentando esconder-se desta luz que cega.

O apóstolo João descreve a reação deste grupo em visão. Ele nos conta a história em Apocalipse 6:15 a 17. Esta é, na verdade, uma das passagens mais marcantes e impressionantes em toda a Bíblia porque descreve o que os povos farão. Ela diz: "...esconderam-se nas cavernas e nas rochas das montanhas; e diziam aos montes e aos rochedos: caí sobre nós, e escondei-nos dos rosto daquele que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da sua ira; e quem poderá subsistir?"

Os corações culpados fazem as pessoas temerosas. Suas próprias faltas as acusam. Elas tentam fugir de Deus. Porém, como não há lugar onde se esconder, elas desejam que as rochas caiam em cima delas e esmaguem suas vidas. As emoções dominantes torna-as suicidas. É melhor acabar com tudo, do que encarar este Rei em Seu trono. E suas orações desesperadas são atendidas. Os perversos, diz a Bíblia, serão destruídos "com o brilho de Sua volta." Seu terror insuportável termina em morte.

Isto é o que um grupo de pessoas vai experimentar durante os minutos finais da história da Terra. Mas, outro grupo experimenta algo totalmente diferente. Em algum lugar, em frente a um edifício simples de apartamento, uma jovem mãe agarra seu bebê e o ergue nos braços e diz: "Olha, Johnny, Ele está vindo! Está realmente acontecendo! Jesus está voltando!" Esta mulher carrega em seus braços as cicatrizes de muitos anos de uso de drogas. Mas, há também uma fé crescente dentro desta jovem. Em seu desespero, ela corre para Aquele que realmente se preocupa. Ela colocou toda a sua vida miserável nas mãos de Jesus Cristo. Ela aceitou-O sem reservas, como seu Salvador. Ela não tinha nada para oferecer a Ele mas entregou tudo que possuía. E agora, lá está Ele, acima dela nos céus. Naquele instante ela percebeu que estava sendo salva. Ela sabia que a eternidade chegara momentos antes. Ela começou a imaginar como seria a vida no céu e aquilo era demais! Lágrimas caíam de seus olhos e ela soluçava incontrolavelmente. Ela não podia conter esta imensa alegria.

Em outro lugar, um casal de idosos está sentado num banco da praça e achegam-se um ao outro, olhando para o céu. Eles tentam falar, mas não podem; Eles apenas ficam balançando a cabeça maravilhados. Sentem o vínculo inexplicável da fé que partilham. Lembram-se dos tempos de dificuldades financeiras e doenças, do tempo em que os filhos se afastaram da fé. Lembram-se da morte da filha querida. Aquela tragédia pareceu tirar a face de Deus da vida deles. Levou um bom tempo para recuperarem-se deste duro golpe. Mas, finalmente, eles não poderiam deixar acabar a fé. Eles deveriam confiar em Seu Deus. Eles tinham que deixar a vida deles em Suas mãos. Agora, finalmente, o dia de glória havia chegado. Naquele instante, o casal de cabelos prateados sabia que todas as provações, todas as necessidades, não eram nada comparadas a este momento de encontrar o Rei do Universo.

Voltou à mente deles as palavras do apóstolo Paulo: "Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente." (II Coríntios 4:17) Agora aquela glória eternal irrompe no céu em torno do casal idoso. Toda a alegria deles faz com que todos os seus problemas pareçam leves e momentâneos. Na verdade, como escreveu o apóstolo Pedro sobre os crentes recebendo a salvação, diz que eles "são cheios de uma alegria gloriosa e inexprimível". (I Pedro 1:8)

Este casal faz parte de um grupo de pessoas que estão ansiosas para encontrar Jesus. Elas sabem que são fracas e pecadoras, mas sabem também, que serão perdoadas. Sabem que serão aceitas pela graça de Jesus Cristo.

Milhares de anos atrás, o profeta Isaías antecipou este grande evento e descreveu as emoções dos crentes sinceros. Ele escreveu estas palavras de esperança e encorajamento, descrevendo as muitas emoções daqueles que olharão para os céus e verão Jesus quando Ele voltar: "E naquele dia se dirá: Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e ele nos salvará; este é o Senhor, a quem aguardávamos: na sua salvação gozaremos e nos alegraremos." (Isaías 25:9)
Eles esperaram tanto tempo, e agora, finalmente, os mais profundos e ternos sonhos são realizados no grande espetáculo do amado Senhor que desceu rapidamente em direção à Terra. Mas, justamente quando os fiéis acham que não possuem bastante alegria dentro deles, algo acontece, algo maravilhoso.

Em outro lugar, num pequeno cemitério familiar numa pradaria de ventos fortes, a terra se abre. As flores que uma mãe saudosa colocou na tumba são jogadas fora. Um pequeno caixão se abre e uma voz de bebê começa a chorar. Instantaneamente, um anjo parte do céu e pega a criança nos braços. Em outro momento, ela está ao lado da mãe, que está contemplativa num silêncio aturdido, olhando o céu. Ela fita a criança por segundos. A última vez que ela olhou para aquele rosto, ele estava pálido e cheio de dor. A respiração tornara-se pequenos espasmos enquanto lutava uma batalha perdida contra a doença mortal. Mas agora, a criança está balbuciando; sua pele está normal e rosada novamente; seus olhos brilham enquanto olha para o rosto de sua mãe. Tremendo violentamente, esta mulher toma a criança e a aperta junto de si, feliz demais para falar. Quando ela se vira para agradecer ao anjo, ele já voou para outra missão.

Em outro lugar, num cemitério municipal, um jovem casal encontra-se em pé junto ao túmulo aberto. A princípio estão completamente desorientados pela luz brilhante em volta deles. Eles não têm a menor idéia como chegaram ali. A última coisa que lembram é de um grande caminhão bem em frente deles na auto-estrada. Eles estavam em lua-de-mel. Sobreviveram ao acidente? Não, amigos, aqueles nomes no túmulo eram deles. Então olharam para o céus e prenderam a respiração. O homem e a mulher aproximam-se um do outro enquanto admiram o céu. É isto! Jesus está chegando! Foi a Ele a quem eles se dedicaram em seu casamento. E agora, todo o planeta é iluminado pela Sua presença. Eles então sabem que nunca, nunca mais, serão separados novamente. Terão a eternidade para crescer em seu amor.

Nos últimos minutos da história da Terra, este planeta será sacudido por incontáveis ressurreições. Em toda parte ouviremos os gritos de reconhecimento, os entes queridos separados pela tragédia, caindo nos braços um dos outros.

Paulo ansiava por este momento. Ele afirmou aos crentes em I Tessalonissenses 4:16, que Jesus Cristo voltaria, com certeza. Paulo disse: "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro."

Agora, realmente parece aos crentes, que a alegria deles não conhece limites. Na verdade, eles nem podem contê-la. Abraçam os seus queridos que uma vez foram arrancados de seu convívio, pela morte. Porém, algo mais acontece, o mais maravilhoso evento de todos. Os cristãos percebem que seus pés não estão mais pisando a terra. Eles estão subindo para assistir a este acontecimento nos céus. Muitas das reuniões de júbilo, acontecem em pleno ar. As famílias se abraçando em seu caminho para encontrar Jesus.

Finalmente, a face do Salvador realmente se aproxima e parece tomar todo o céu. As vozes alegres dos crentes juntam-se ao som das trombetas e o chamado dos anjos ecoando nas nuvens. Paulo descreve este momento. Ele escreveu que, após os mortos em Cristo subirem, veja o que acontecerá: "Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor." (I Tessalonissenses 4:17)

Subindo para encontrar o Senhor dos senhores, o Príncipe da Paz, o Maravilhoso Conselheiro, o Bom Pastor. Subindo para encontrar o Criador de toda vida do Universo. Subindo para encontrar o destino eterno com Jesus. Que alegria inexprimível!

Os crentes terão que ser transformados radicalmente a fim de desfrutar tudo isto. Eles serão mudados num piscar de olhos, como dizem as escrituras, quando a carne mortal se revestirá de imortalidade, quando mentes e corpos fracos e destruídos serão refeitos, perfeitamente restaurados.

A última reunião com Jesus Cristo será justo acima da superfície da Terra. Estes serão os últimos momentos, os últimos segundos da história humana. É quando a eternidade começa para os que crêem.

Onde você estará durante os últimos minutos da história da Terra? O que você vai experimentar? O que você sentirá? Será um terror inimaginável ou uma alegria indescritível? Você pode estar indiferente a Deus neste momento. Você pode achar que fé não é importante. Porém, breve, um dia, ela fará a grande diferença no mundo. Logo, ela vai dividir a humanidade repentina e eternamente em dois grupos.

Um grupo experimentará a segunda vinda de Cristo com surpresa e terror. O outro grupo experimentará esta vinda como uma libertação, um cumprimento de tudo em que este grupo acreditou.

Um grupo estará orando para as rochas caírem sobre eles. O outro estará exultante clamando: "Este é o nosso Deus por quem esperávamos." Por favor, não rejeite este encontro com Jesus até que seja tarde. Por favor, não espere até vê-Lo surgindo dos céus. Faça um compromisso com Jesus agora. Abra o seu coração agora mesmo. Pergunte a Jesus neste exato momento: "Há alguma coisa em minha vida que esteja entre mim e Ti? Senhor, eu quero cair de joelhos agora mesmo e confessá-la."

ORAÇÃO

Pai, eu agradeço porque planejaste um final maravilhoso para a história da humanidade. Eu te agradeço porque planejaste que os últimos minutos sejam incrivelmente felizes. Nós queremos ser parte do grupo que subirá aos céus para encontrar-Te. Assim, nós dobramos os joelhos diante de Ti. Somos seres humanos pecadores que necessitam de um Salvador. Nós aceitamos o sacrifício que Cristo fez por nós. Nós Te aceitamos como Senhor de nossa vida. Conserva-nos em Tuas mãos, Te pedimos em nome de Jesus. Amém.

Pr. Mark Finley

sexta-feira, 15 de março de 2013

MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS OU PECADO PESSOAL?


Há alguns anos o meio evangélico têm se contaminado com uma perniciosa doutrina. Este ensino diz que: “apesar de você ter Jesus como o seu Salvador, e ser salvo, é possível que existam maldições hereditárias, ou seja, maldições por causa dos pecados de algum antepassado que não tenham sido perdoados, e que conseqüentemente, ainda recaem sobre a suavida”. Então, com esta doutrina se conclui que “por isso, você não é abençoado, não prosperá, e por causa disso você tem doenças e males que não consegue se livrar, apesar de ser salvo”. Usam como base bíblica, geralmente, a passagem em que Deus declara que: visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem” (Êx 20:5).

A Bíblia mal interpretada é a mãe das heresias! Esta ameaça pronunciada por Deus se refere aos que não eram salvos, e permaneciam na idolatria, desprezando ao único Deus vivo e verdadeiro. O Senhor não está declarando que apesar de convertidos Ele ainda assim persistirá em amaldiçoar por causa dos pecados dos pais! A maldição é para aqueles que aborrecem ao Senhor, e não sobre os que o amam; porque sobre os que amam o Senhor, a misericórdia perdurará até mil gerações! (Keil & Delitzsch, Biblical Commentary on the Old Testament, pp. 117-118).

É verdade que alguns textos nas Escrituras declaram que o pecado dos pais têm influência sobre a vida dos seus filhos (Lv 26:39; Is 55:7; Jr 16:11; Dn 9:16; Am 7:17). Mas, isto deve ser bem entendido, pois não é uma referência à maldição hereditária, mas à persistência dos filhos de não abandonar os pecados dos pais. Sendo fiéis ao contexto histórico de toda a narrativa, perceberemos que estas passagens são exortações ao arrependimento, porque a punição era por pecados que tiveram origem nos pais, ou antepassados mais remotos, mas eram pecados ainda perpetuados e praticados por eles mesmos. Nisto percebemos que o cultivo duma cultura familiar corrompida por vícios, idolatria e imoralidades, pecados que são cometidos em família, ensinados pelos pais aos filhos trará a ausência das bençãos pactuais de Deus, mas, cada um será responsável por si, e enquanto não houver verdadeiro arrependimento não haverá transformação.

Desde o Antigo Testamento esta idéia se fazia presente no meio do povo de Israel. O profeta Ezequiel denuncia o pecado do povo por acreditar “que tendes vós, vós que, acerca da terra de Israel, proferis este provérbio, dizendo: os pais comeram uvas verdes, e os dentes dos filhos é que se embotaram?” (Ez 18:2).

Entretanto, após a repreensão segue a intrução do Senhor dizendo: “tão certo como eu vivo, diz o SENHOR Deus, jamais direis este provérbio em Israel. Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha; a alma que pecar, essa morrerá (Ez 18:3-4).

A argumentação do profeta continua em todo o contexto posterior, deixando bem claro que cada um é responsável pelos seus próprios pecados, e não será o filho punido por causa do pai, nem o pai por causa do filho (versos 5-22).

Os discípulos de Cristo necessitaram ser corrigidos deste erro. Numa certa ocasião encontraram um jovem cego de nascença, e questionaram: “mestre, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?” (Jo 9:2).

A redundante resposta de Jesus fechou o assunto, ao dizer que: “nem ele pecou, nem os seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus” João 9.3 Os males físicos e temporais são instrumentos da providência de Deus, para que a Sua glória se manifeste no meio do Seu povo escolhido, e assim, a Sua vontade se torne conhecida (Jo:9:35-39; Rm 8:28).

Quando os verdadeiros crentes caem em pecado, mesmo pecados graves e escandalosos, eles não são abandonados por Deus. Deus nunca desiste deles (Rm 8:31-39). Como um Pai restaura os seus filhos, os disciplina
porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe. É para disciplina que perseverais (Deus vos trata como filhos); pois que filho há que o pai não corrige? Mas, se estais sem correção, de que todos se têm tornado participantes, logo, sois bastardos e não filhos”(Hb 12:6, ARA).

O apóstolo Paulo afirma esta mesma verdade dizendo que “quando, porém, somos julgados pelo Senhor, estamos sendo disciplinados para que não sejamos condenados com o mundo” (1 Co 11:32).

É possível cair em pecado, mas é impossível cair da graça de Deus. O teólogo inglês J.I. Packer declara que “às vezes, os regenerados apostatam e caem em grave pecado. Mas nisto eles agem fora de seu caráter, violentam sua própria nova natureza e fazem-se profundamente miseráveis, até que finalmente buscam e encontram sua restauração à vida de retidão. Ao rever sua falta, ela lhes parece ter sido loucura.”[Teologia Concisa, p. 224].

O pecado é corrigido individualmente. Como individualmente pecamos, também somos chamados ao arrependimento! Não posso me arrepender por outra pessoa; entretanto, devo interceder por ela, se ela estiver viva. Não é possível pedir perdão pelos pecados dos meus filhos, nem irmãos, pais, avós ou qualquer outro antepassado. Pecado é confessado, e somente é perdoado pessoalmente. A Bíblia diz que as bençãos da Aliança acompanharão os nossos filhos, pois eles são filhos da promessa.

Se você é filho de Deus, você é co-herdeiro com Cristo Jesus do amor de Deus (Rm 8:16-17), e esta é uma promessa para os seus filhos (At 2:39). Mas a Palavra de Deus não ensina que os nossos pecados serão cobrados dos nossos descendentes. Deus haveria de puní-los por uma irresponsabilidade nossa? A doutrina da maldição hereditária nega tanto a suficiência de Cristo, em perdoar graciosamente os nossos pecados, como a fidelidade de Deus em cumprir as Suas promessas.

Recomendo para uma leitura posterior:
  1. David Powlison, Confrontos de Poder (Editora Cultura Cristã).
  2. Augustus Nicodemus Lopes, Batalha Espiritual (Editora Cultura Cristã).

Ewerton B. Tokashiki

QUEM SOU EU

QUEM SOU EU
Marcelo Raineri, 48 anos, por misericórdia do Altíssimo, Evangelista na Casa do Senhor; Servo comprometido com a Palavra de Deus, em equilibrio com o consolador deixado por Cristo. Não tenho rabo preso com ninguém, além de Cristo. Tenho buscado dia após dia colocar em prática seus ensinamentos e suas diretrizes. Cristão sim, perfeito não, desde 15/10/1999. Legalista jamais! Ministro da sua Palavra e Levita na Casa do Senhor; Levado por Deus aonde quer que Ele coloque a planta dos meus pés para ministração da sua Poderosa Palavra. Bajular, puxar o saco, tolerar o pecado, buscar o reconhecimento humano, não faz parte do nosso caráter e nem ministério. Casado letigiosamente e religiosamente a 9 anos com a Diaconisa Vânia Raineri, pai de filhos incriveis. Eu e minha familia servimos ao Senhor Jesus; Amando esse novo momento com a nossa caçulinha Isabel Raineri. Tenho a convicção de que nada e nem niguém pode esconder você de Deus; nada e nem ninguém pode calar a sua adoradoração; nada e nem ninguém pode apagar a lâmpada de Israel que habita em meu ser; nada e nem ninguém pode derrubar aquele que Deus escolheu pra vencer. Obrigado Jesus, que eu diminua dia após dia, pra que o Senhor cresça em mim. Um forte trabalho evangelistico "CAPELÂNIA NO LAR" Projeto Familia é tudo - Bíblia é vida".

RELAXA - MULATARIA LESTE

ALTERNATIVA - MULATARIA LESTE

N.S.R - VOZES PELA IGUALDADE

N.S.R - VIRADA EDUCACIONAL

N.S.R - PORQUE EU TE AMEI

N.S.R. - DE FORMA LOUCA

JESUS O PLANO PERFEITO

MEU MILAGRE by Ingrid Gabriele Raineri

MINHA RAINHA

MINHA RAINHA
Sem palavras! Da morte para vida, e vida com abundância. Namorada, noiva, esposa, amante, mulher. Minha herança, bênção de Deus na minha vida. Caminhando para o oitavo ano de amor, respeito, paixão, compreensão, brigas, perdão. Hoje com mais uma das surpresas de Deus. Após 7 anos casados legalmente como o povo gosta de saber, cartório, igreja, estamos a beira de mais uma dadiva de Deus em nossas vidas. Isabel Raineri. A caçulinha da Familia Raineri. Obrigado meu Deus, valeu Jesus, quebrou tudo Espírito Santo. Vai ser mais que demais. Te amo Neguinha hoje e sempre. Rumo a eternidade. Choramos, sofremos, cultuamos, louvamos, clamamos, adoramos, VALEU A PENA!!! Oh glórias!!!

FAMILIA LIMA

FAMILIA LIMA
Obrigado Deus!!! Amigos eternos, Família abençoada que amam a Deus. Uma benção de Deus em nossas vidas. Uma amizade que veio dos céus, passou por Maceió, e agora cresce em Sampa. Em tão pouco tempo conseguiram conquistar e firmar em nossos corações uma profundidade que não tem preço e não há quem bloqueie ou corte em nome de Jesus. Um presente de Deus em nossas vidas. Deus abençoe hoje e sempre. Família é tudo. E vocês são carne da nossa carne. Amamos vocês hoje e eternamente. A cada ano que passa a união se fortalece. mais que demais. Amamos vocês. Falo ureias... Kkkkkkkk.

FAMILIA PEREIRA

FAMILIA PEREIRA
"O amor de Deus, quando vivenciado pelos seus filhos, supera todo e qualquer desafio. Meus amados vocês são escolhidos de Deus. Que Deus continue abençoando a nossa amizade, o casamento de vocês e essa amada familia. Amamos está vocês hoje e sempre. Que a Paz do Senhor Jesus seja constante na vida de vocês. Bíblia na Cabeça, Rumo a eternidade.

FAMILI ASSIS

FAMILI ASSIS
Familia linda!!! Sem palavras. Uma familia compromissada com Deus. Pastor Calveth, continue firme nessa Caminhada e nesse exemplo de vida. O que falar de Maisa, Agatha, Daniel e Gabriel... Vocês são demais. Um grande abraço. Um privilégio te-los conhecido e fazer parte deste convivio. Oh glórias!!!

FAMILIA RAMAZZOTTI

FAMILIA RAMAZZOTTI
Meus amados irmãos e amigos em Cristo. Obrigado pelo temor que vocês tem por Deus. Que felicidade ve-los felizes por viverem em comunhão com o Espirito de Deus. Vivenciar as grandes coisas que Deus tem feito na vida de vocês, encheu-me alegria. Vocês sempre foram e serão eternamente amigos de Deus e da Familia Raineri também. Vocês fizeram parte desta nova fase de minha vida, novamente se mostraram verdadeiros amigos. A graça de Deus resplandece em vossas faces. A àlegria do Espirito, transfigura-se em vocês. A Paz de Cristo que excede todo entendimento repousa sobre vocês e isso é de Deus. Graça e paz seja com vocês hoje e sempre. Obrigado pelo livro, foi um presente de Deus e sei que vai me ensinar muito. Um grande abraço.

FAMILIA MENEGHINI

FAMILIA MENEGHINI
Sem palavras! A amizade e a intimidade que vocês tem com Deus é sobrenatural. Vendo numa dessas madrugadas a Regina aconselhando a Vânia, as duas falando do amor de Deus sobre a vida de nossos filhos, demais, demais. Rodrigo sem palavras, sua servidão, hospitalidade, zelo pela familia, amizade e o cuidado que você tem com os filhos, coisa linda de se ver hoje em dia. Parabéns! obrigado pelo amor e carinho que vocês tem por nós. Um grande beijo no coração de vocês.

FAMILIA GROSS

FAMILIA GROSS
Nos conhecemos a tão pouco tempo, mas a alegria de te-los em nossa linha do tempo já grande. A humildade, a sinceridade, o zelo, a Kisha... Valeu galera vocês são demais!

FAMILIA LEONEL

FAMILIA LEONEL
Familia abençoada. Passamos por momentos dificeis, pessoas caluniaram, apontaram, mas a amizede ainda é verdadeira. Deus abençoe hoje e sempre. A ultima palavra quem dá ainda é Deus. Beijo no coração de vocês. Obrigado pela amizade.

FAMILIA IGNÁCIO

FAMILIA IGNÁCIO
Pr. Alexandre e Pra. Renata, bênção de Deus. Sem palavras. Homem e mulher de Deus que se derramam para pastorearem o rebanho ao qual Deus colocou sob vossas responsabilidades. Poá jamais será a mesma. Deus abençoe hoje e sempre.

FAMILIA PAULINHO E NEUSA

FAMILIA PAULINHO E NEUSA
Meus amados irmãos em Cristo. Que Deus continue abençoando o casamento de vocês. Que o louvor seja sempre exaltado pelos vossos lábios. E que o Ministério de louvor infantil continue prosperando com a dedicação de vocês. Um grande abraço.

FAMILIA SUELI PAULA

FAMILIA SUELI PAULA
Minha amada irmã em Cristo. Deus lhe abençoou com sua voz. O louvor exaltado por seus lábios gera salvação. Deus inclina seus olhos para terra, quando você está ministrando o louvor. Grato sou a Ele pela sua vida. E continue perseverando, e seu sonho se realizará, para honra e glória do nosso Deus. Um grande abraço.

FAMILIA ICC SÓ JESUS SALVA

FAMILIA ICC SÓ JESUS SALVA
Sem palavras Pr. Charles Daniel e Missionária Renata Santos. Vocês são sal da terra e luz do mundo. Que Deus continue abençoando vossas vidas, casamento e ministério. Tamojunto rumo a eternidade. Abraços.

FAMILIA ASSEMBLEIA DE DEUS PRA. WALDECY

FAMILIA ASSEMBLEIA DE DEUS PRA. WALDECY

FAMILIA JILENO E MARILDA

FAMILIA JILENO E MARILDA
Eita Deus tremendo. Familia abençoada abençoada e amada por Deus. Uma decisão um casamento, duas decisões, dois casamentos. Deus abriu os céus e vocês tomaram posse da vitória. É uma honra e um privilégio ser padrinhos de Pai e Mãe, e filho e filha. Coisa linda. Somos uma grande familia. Deus abençoe hoje e sempre. Amamos vocês.

FAMILIA SOUZA

FAMILIA SOUZA
Homem de Deus. Um discipulador fora do comum, Homem que me ensinou o que humildade no ouvir e sabedoria no falar. Sem palavras. Familia linda e sábia. Verde sempre verde. Deus abençoe hoje e sempre.

FABINHO E CAROL

FABINHO E CAROL
Que Deus continue abençoando e fazendo prosperar esse relacionamento até a grande data. Amamos vocês, continuem firmes ainda mais agora unidos espiritualmente. Beijo no coração. Família Raineri.

FAMILIA ALDO E VERA

FAMILIA ALDO E VERA
Meu amado a queda faz parte da vida de todos nós. Mas o levantar vem de Deus. Que alegria ver essa familia feliz outra vez. Não perca a fé, é isso ai, continue perseverando. Porque o milagre de Deus na sua vida já é notorio no olhar feliz de vocês. Que Deus na sua magnitude, continue abençoando a vida de vocês.

FAMILIA MARCELINO E MARISA

FAMILIA MARCELINO E MARISA
Trinta anos de superação e desafios da vida a dois. Onde Deus tem suprido e transformado cada adversidade. Glórias a Deus pela vida de vocês e que Ele continue abençoando o relacionamento de vocês.

FAMILIA EDSON LUIS E ROSANA

FAMILIA EDSON LUIS E ROSANA
Meu amado amigo e irmão em Cristo. Que alegria poder participar do crescimento de vocês. Que Deus continue derramando sobre vocês uma chuva eterna de bençãos. Amamos muito vocês. Que a conquista da casa no Litoral, seja para honra e glória de Deus. Que esse instrumento sirva para salvar muitas almas para Jesus. Um grande abraço.

FAMILIA EDJÂNIO E GRAÇA

FAMILIA EDJÂNIO E GRAÇA
Meus amados amigos, em setembro de 2008, vocês também foram agentes transformadores nas mãos de Deus em minha vida. Deus os usou para levar-me até a casa de vocês, na época na Cohab Juscelino, e quando mostraram-me o DVD do Irmão Lázaro em meio a um excelente almoço, as lagrimas caíram e Deus mais uma vez constrangeu meu coração com o seu imenso amor e sua imensa misericórdia. Amor esse, que também foi representado pela verdadeira amizade de vocês. Que Deus continue abençoando a vida de vocês.

FAMILIA WANDO E ODETE

FAMILIA WANDO E ODETE
Meu amado, que Deus continue abençoando a sua família. É uma alegria para nós vê-los com o coração de querer buscar agradar a Deus. Não deixe nada e nem ninguém roubar a fé de vocês, continuem perseverando, Deus ama muito vocês. No tempo favorável Deus irá atender todos os vossos anseios.

FAMILIA PEDRO E GISELE

FAMILIA PEDRO E GISELE
Meus amados, é uma alegria estarmos nos conhecendo melhor. Que Deus continue abençoando grandemente a familia de vocês. Um grande abraço.

FAMILIA JULIO E PITA

FAMILIA JULIO E PITA
Pita, minha amada irmã em Cristo. A CUT foi muito importante para minha vida profissional. E você de um simples digitador, fez-me coordenador de cinco equipes de digitação. Obrigado pela confiança, pela mansidão em ensinar, pela virtude da vida. Jamais esquecerei daquele final de ano que fomos para o sitio. Toda familia da Igreja + a Familia Campanha, foi demais. Todos os irmãos que me encontram, dizem que foi o melhor final de ano que passaram em suas vidas, eu posso dizer o mesmo. Que nosso amado Deus, continue abençoando a vossa vida, seu casamento e sua familia.

FAMILIA FAUSTO

FAMILIA FAUSTO
Meu amado irmão em Cristo. Você foi um dos pilares em minha amizade com Deus no inicio de minha caminhada cristã. Você ensinou-me a ter dominio próprio. Ensinou-me a esperar em Deus. Abriu o meu entendimento para uma comunhão afetiva com Deus. Deus continue abençoando você e a sua familia. Quando vinte dois irmãos denegriam a minha imagem e tentavam enterrar a minha fé, você foi o unico que me apoiou e enxergou a verdade na minha vida. E Deus foi exaltado naquela época com todos irmão vindo cabisbaixo pedir o perdão. Você teve visão pela minha vida e em nenhum momento deixou se levar pelo meu passado, morto e enterrado. Obrigado varão, você é um verdadeiro homem de Deus. E a sua atitude jamais será esquecida. Um grande abraço.

FAMILIA RAFA E JOSI

FAMILIA RAFA E JOSI
Meu amado irmão, vocês são bençãos de Deus em nossa Familia. É uma alegria tê-los como amigos. É nitido ver a transformação de vocês diariamente. E sabemos que Deus está contemplando o chamado Dele em suas vidas. Foi tremendo ver o poder de Deus no Casamento de vocês que se realizou neste ultimo dia 07/07/11. Que Deus continue abençoando a vida de vocês. Contem sempre conosco, um grande abraço. Mais um casamento realizado para glória de nosso Deus.

FAMILIA JAILSON E NOELLE

FAMILIA JAILSON E NOELLE
Meus amados irmãos em Cristo. Que Deus abençoe ricamente a vida de vocês. Que uma chuva de bençãos não pare de cair sobre a familia que vocês irão formar. E que o nome de Deus seja sempre glorificado pelo testemunho de vocês.

FAMILIA LUCIANO E SÔNIA

FAMILIA LUCIANO E SÔNIA
Meus amados, irmãos. Vocês são amados do Senhor. Que alegria termos a oportunidade de conhece-los. Que nossa amizade possa prosperar até o arrebatamento da Igreja. Deus abençoe a vida de vocês. Um forte abraço.

FAMILIA LIDIO E CELI

FAMILIA LIDIO E CELI
Uma familia feliz. É o que vemos nesta foto. Que alegria meu irmão sentir a sua felicidade. Lembro dos tempos de oração, os bate-papo na sua casa. E na época que eram apenas voce e a Celi. Deus é incrivel e hoje vemos esta incrivel familia. Um forte abraço meu irmão.

FAMILIA FABIO TAVARES E LILIAN

FAMILIA FABIO TAVARES E LILIAN
Tenho certeza que Deus se alegra e muito cada vez que Ele usa os vossos lábios e vossas cordas vocais para proclamarem todo louvor e adoração a qual somente Deus é digno de receber. Vocês são levitas do Senhor numa época onde muitos já perderam a fé. Mas Deus através do louvor, tem restaurado vidas e transformado relacionamentos, e vocês tem sido agentes de Deus usado para o bem daqueles que ouvem vocês. Obrigado amados irmãos. Que Deus continue abençoando e derrando sobre vocês toda a unção do Espirito para continuarem a frente deste Ministério.

FAMILIA ANTONIO E ELI

FAMILIA ANTONIO E ELI
Meus queridos irmãos em Cristo. Que Deus continue fazendo prosperar o casamento de vocês. E que Ele atue em vossas adversidades sempre. Um grande abraço.

FAMILIA LUCIANO E GREACE

FAMILIA LUCIANO E GREACE
Meus queridos, que bom testificar o amor de Deus sobre a vida de vocês. A responsabilidade, a dedicação, a fidelidade, e a lealdade ao Senhor, são marcas que vocês exalam por onde passam. Obrigado pelo amor de vocês por Deus. Continuem nessa Caminhada com Jesus. Um grande abraço.